Publicidade

Acesso rápido

Coisas reeeeeeeeealmente irritantes!*

Postado por Guilherme Batista, em 30/03/2009

Nenhum comentário:
inspirado no nerdcast mais recente, o #154


Esses dias, após uma leve briga** com a namorada***, causada pela TPM dela, ficamos eu e a mesma conversando aleatoriamente sobre coisas que nos irritávamos - e muito. Como sempre, a Ari se limitou a ficar quieta no canto (ou: eu não lembro o que ela falou), ao passo que eu falava feito um papagaio querendo biscoito****

Pois bem, embora não pareça existem poucas coisas que realmente me tiram do sério. Musiquinha de caminhão de gás, por exemplo.

Puta que pariu. Dá vontade de jogar um aerosol aceso num caminhão de gás deses. Em Embu isso é uma constante: é dar 10:00 da madrugada os putos passam com aquela musiquinha MIDI cantando "OLHAAAAAA O GÁS tam tam dam damdamdam tam taaaaaaaaam OLHAAAAAAAAA O GAAAAAAAAAAAÁS..."

Mas isso não é nada comparado ao acordar ouvindo gospel. Mal cantado. Em tom de voz lamuriante, como se a vida fosse um eterno suplício. Sério, dá vontade de fazer o teto cair na cabeça de alguém assim.

Pensando bem, deixa pra lá, a Igreja Cósmica da Patriarquia Divina já se encarregou de fazer isso.


Outra coisa que me irrita são... pessoas vindas do Nordeste desse país. Aquele sotaque irritante. Aquele jeito rápido de falar. E o pior - o PIOR - é a capacidade de ignorar os fones de ouvido. Cara, eu ando com os fones originais, BRANCOS, e o iPhone na mão. É possível que um cidadão assim ache que eu queira conversar? No nordeste desse país, sim. Eles ignoram esses fones e me pedem pra conversar!!!!!!111


Sério, eu mandei um desses hoje ficar de boca fechada e me deixar em paz no busão hoje.


Mas nada realmente me tira do sério do que... cachorros. Álias, apenas um tipo histérico de cachorro: poodle de apartamento. Você olha praquela coisa fofinha, meiga e lindinha no sofá da sala e pensa que ela não é um capeta infernal disfarçado de cachorro. E entenda como coisa bonitinha e fofinha algo assim:


FOFO NÉ?

Não se deixem enganar. Por trás dessa fofidão esconde um ser que anda silenciosamente pela casa, sem nem ao menos fazer o "tic tic" que as unhas de um cachorro fariam ao pisar num chão de mármore, e faz um barulho simples, rápido e agudo:


AU!


Fazendo com que três seres humanos que estavam tranquilamente panguando no sofá da sala tenham a vontade de jogar essa coisinha com 4 patas pela janela, o que caracterizaria um caninocídio triplamente qualificado.


Cachorrinho infernal do caralho ¬¬'


*A postagem original foi alterada, para evitar processos de eventuais companias de gás sem humor se sintam lesadas. E também alguns fanáticos. E outros eventuais problemas do tipo - ah, vocês entenderam.
**dessa vez os vasos ming foram poupados. E a porcelana inteira da casa também.
***Eu AINDA preciso botar link?
****Já notaram que nenhum papagaio cala a boca enquanto você não entuxa o maldito de Cream Cracker? Dá vontade de empalar esses bichos, com tostines!
Nenhum comentário:
21 postagens no mes de março, guilherme?

Tá rendendo hein!

Dos tipos de mulheres

Postado por Guilherme Batista, em 29/03/2009

Nenhum comentário:
Antes que me acusem de machista, explico: homem tem mania de querer classificar tudo. É um status quo para ser macho; é uma coisa cromossômica latente ao gene Y, o mesmo que impulsiona a maioria dos homens a serem descobridores e cientistas natos.

Sim, cientistas. Tu já viu uma cientista LINDA de maravilhosa? Nem eu... a maioria delas são aquelas típicas nerds de cabelo escova de aço, óculos fundo de garrafa, peitos pequenos e ausência total de bunda. As que são lindas e gostosas partem pra Biologia mesmo e usam essa história de fauna marítima para serem surfistas bancadas pelo governo em Fernando de Noronha.

Mas divago. Estava eu, tranquilamente sentado na cama, de cuecas, pensando na vida enquanto tirava uma puta catota das minhas vias nasais* quando tive o insight de compartilhar com vocês, meus caros cães incultos e cabaços no mundo do mulherio, um dos maiores conhecimentos masculinos que suas cabeçolas ocas e nerds jamais teria (sem um google): os dois tipos de mulher


Ma como assim, caralho? Só dois tipos de mulher?
Sim, pequeno e inculto gafanhoto. Só existem dois tipos absolutos de mulher. Tento certeza de qual é o tipo de mulher ideal para você, tudo se torna mais simples e fácil - você vai com toda a certeza de que pode rolar que você consegue. Olha como eu sou legal, né?

Ok, mas que tipos são esses?
Ok:
1)Aquelas que você poderá comer:
Nessas incluem-se várias: sua vizinha, sua prima de 3º grau, sua secretária, sua chefe, aquela bonitinha que foi largada na balada, sua namorada, algumas minas com complexo de inferioridade, e em algumas regiões do país, até a sua filha (e a irmã dela!),

2)Aquelas que você nunca irá comer:
Aqui se incluem aquelas que você NUNCA vai conseguir, por várias razões externas fora do seu controle: Gilese Bundchen, Julia Paes, sua mãe, minha mãe, minhas irmãs, minhas sobrinhas, minha namorada, a namorada dos seus amigos (a menos que você seja um canalha filho da puta) e outras deusas afora (descarte as web celebrities).

Tá, explique melhor esses tipos, estou curioso!
Tá. No tipo 1 se encaixam (sem trocadilhos) aquelas mulheres com quem você tem alguma chance de fornicação. Seja por tempo de convivência, seja por ter investido na garota ou por você ter um Escorte 93, você simplesmente tem chance de comer a menina. Com algumas dessas você nem precisa fazer muito pra conseguir (como no caso de ter um Escorte 93), em outras você precisa de paciência e dedicação

No tipo 2 entram (e saem, entram e saem, entram e saem...) aquelas que, por ventura, tenham cruzado seu caminho, mas você NUNCA irá comer na sua vida - nem mesmo usando o mais pérfido dos truques masculinos, que é embedando a menina. São aquelas que são realmente deusas, e se você conseguir comer, irá conseguir a glória máxima (ou a surra extrema, no caso de ser minha namorada, irmãs, sobrinhas ou mãe) - entretanto, justamente por serem deusas, você, pobre ralé, jamais irá conseguir. Ah, você não é pobre ralé? Conta outra, xará, se você fosse rico e bem sucedido, a última coisa que estaria fazendo é ler um blog à meia noite de um domingo.

Ao menos seja sincero consigo mesmo, não? E sendo sincero consigo mesmo, caia matando nas garotas que você poderá ter algo. Assim, poupamos trabalhos para todo mundo: a sua chance de tomar um pé na bunda cai substancialmente, você pode sair da balada e ir direto pro motel com a garota e ganhar a fornicada do dia.

Legal né? :D

*vejam vocês o tipo de insight que eu tenho fazendo coisas nojentas.

Watchmen

Postado por Guilherme Batista, em 24/03/2009

Nenhum comentário:
"I watch the watchmen"

(sim, contém spoilers)

Eu sei, o trocadilho foi infame e biltre, mas se bem me lembro, fizeram um hotsite dessa joça aí (o esquema, vocês já sabem: procurem no google, cães). Por esses dias eu e a namorada assistimos Watchmen, e como eu já conhecia a história (diferente da maioria que só ouvia falar de Watchmen, eu já havia lido. Na verdade, eu TINHA as tais edições, mas as vendi :( ), fui ansioso para ver até que ponto a história seria muito diferente do original. Mudou uma coisa ou outra (como quando o Ozymandias vai ser avisado pelo Coruja, e não pelo Rorscharch), mas o que eu realmente senti falta foi do final. Ficou leeeevemente alterado: de um bucetão (como disse o Júlio) para o ataque do Dr. Manhattan.

O que foi uma tremenda sacanagem do Znyder. Porra, o filho da puta mostra o bilau do Dr. Manhattan, mas se recusa a botar um monstro bucetudo? Cadê a porra da igualdade sexual, ô filho da puta?

Fora que esqueceram que o Rorsharch não toma banho. Isso é levemente arranhado no filme, quando ele é capturado por policias e um deles fala: "CARALHO, QUE CHEIRO É ESSE?".

Ah sim, sobre o filme: ficou levemente estranho. Me agradou por ter sido muito fiel aos originais, mas, em teoria, você precisaria ler os quadrinhos originais para entender exatamente o conceito do filme (que seria a crítica aos heróis E a mídia da época).

Houve algumas alterações para a linguagem do cinema, como eu disse. No gibi, existiu de fato os Minutemen (que eram uma referência a um grupo de elite de algum exército que esqueci qual. Ouçam a porra do nerdcast sobre o Watchmen que vocês descobrem isso), e NUNCA ouve um grupo "Watchmen". Nem mesmo a malfadada pixação "Who watches the watchmen" existiu por completa - ela era sempre mostrada incompleta. No filme, há mesmo os Watchmen, o grupo, mas eles dificilmente se juntam para alguma coisa.

Veja bem: eles tem um filho da puta azul que pode se clonar instantaneamente e matar humanos sem olhar pra eles (álias, ele nem precisa MEXER a mão pra detonar a Terra). Um grupo desses não PRECISA ser unido, certo?

Ah propósito: a única cena decente no filme inteiro é a abertura, em que a Silhouette lasca um PUTA BEIJO numa enfermeira gostosona. Puta fetiche, véi.

Enfins, vão ver a porra do filme, que é bom.

3 razões para não usar o Firefox

Postado por Guilherme Batista, em 22/03/2009

Um comentário:
Sim, isso mesmo. Eu, que praticamente regozijo qualquer um que veja usando o IE / Safari / qualquer outro (menos o Chrome), venho por meio desta requerir a todos vocês largarem essa puta paga comedora de memória RAM que é o Firefox.

Eis o porque:

1)É feito em XUL:
Isso quer dizer que ele usa uma interface xml + js + css. Beleza, normal, super lindo isso, mas... e a desalocação de memória RAM, entra AONDE? No cu dos desenvolvedores, certo? Afinal, o js não tem desalocação de RAM nativa. Sabe o que isso quer dizer? Que quanto mais abas você abrir no firefox, mais lento a sua máquina vai ficar, mesmo que você feche algumas abas abertas. Em termos mais técnicos, essa puta paga pode chegar a comer até 1,5 gb de RAM.

Sim, se seu note tem menos que 2 gb de RAM, tu tá fodido.

2)Está se popularizando:
E com isso, ele se torna um alvo para crackers e seu computador, também. Pense nisso com carinho. Fora os excessos de plugins inúteis.

3)Foi um dos browsers que mais teve bugs e correções no ano passado
E nem preciso comentar sobre isso, certo?

Sabe, eu realmente adorei

Clodovil morreu

Postado por Guilherme Batista, em 17/03/2009

4 comentários:
Antes ele do que eu

Top unfollow do twitter!

Postado por Guilherme Batista, em 15/03/2009

2 comentários:
Existem diversas razões para dar unfollow num ser humano, mas estou com preguiça de fazer a contagem delas (e de usar as tags "ol" e "li" no blog), mas eis aí meus motivos:

-Eu não vou com a tua cara
Simples assim. É um critério bastante pessoal, mas em linhas gerais, é aquele povo que tem uma enorme síndrome de mulherzinha e acha que todos devem saber disso. Ou puxam o saco de alguém. Exemplo: @tmgomes e @cardoso

-Você é um imbecil inútil
Do tipo que se acha fodão e quer mostrar isso, mas que no fundo não passa de um bostinha prepotente. Quem morreu e te nomeou o pintudo da história, cidadão? Até porque, o único pintudo que eu conheço aqui sou eu. De qualquer forma, é aquele inútil que, fatalmente, todos irão dar um chute nas tetas. Exemplo máximo: @Brogui, @xtofux e @gbatista

-Você é apenas um inútil mesmo
E seu twitter deveria ser varrido do mapa. Geralmente é aquele que raramente posta um link descente, ou quando posta, é algo tão piada interna que você tem que passar meses convivendo com a pessoa pra entender. Exemplo genérico: todos os membros daqui, sem excessão.

-Síndrome de Vitor Fasano
Eu entendo que você tenha uma vida social difícil de ser mantida, que seus relacionamentos se limitem à quem viva sob o mesmo teto que você e tals. Mas PRECISA usar o twitter para se exibir? Ou ainda, para se achar a gostosa? Eu deixei de seguir uns cinco, cujos blogs eu julgava serem muito bons, por causa disso. Exemplos: @izzynobre, assim que botou os pés no Brasil e @garotasemfio

-Diva da internet...
...e seus pelassaco em geral. Pessoas que tem mil followers, mas nunca seguem um terço disso - e quando seguem, são apenas blogueiros famosos. Sem muito o que declarar aqui, a maioria dos blogueiros conhecidos da blogosfera atual se encaixam aqui (e se eu fosse postar exemplos, teria que fazer um novo post só para citar esses exemplos).

Vaaai, o Cotista!

Postado por Guilherme Batista, em 12/03/2009

2 comentários:
Então, está em projeto uma lei que visa favorecer os negros, índios, pardos, mulatos, japoneses, argentinos e outras minorias em geral?

Lindo isso. Ou seja, você, branquelo que nunca xingou um preto de macaco, estuda feito um filho da puta, lê livros pra caralho e chega aquele seu amigo neguinho, que não faz porra nenhuma na escola - álias, faz. Só fuma maconha e bolina as meninas - e quando vocês vão para a faculdade, ELE entra e ocupa a SUA vaga. Veja que beleza, não?

O que você pensa numa hora dessas? Não se pode mais xingar de "preto filho da puta". Podemos, pensar em algo como:

"VAI, Ô FAVORECIDO DO SISTEMA DE COTAS!"

Ou, como disse o Luiz Sutileza, "vai ô cotista!"

Método Guilherme Batista de irritação

Postado por Guilherme Batista, em 10/03/2009

2 comentários:
Eu estava mesmo procurando um assunto aleatório e engraçado, mas deveria ser algo meu - não gosto de replicadores de conteúdo.

Ok, até acesso o blog de alguns, mas é apenas pq, quando eles não estão replicando, eles estão fazendo o que todo blogueiro o faz: gera acessos ao meu blog.


O método não é muito difícil. É simples. Tão simples que você se pergunta depois como ninguém foi capaz de pensar nisso até hoje.

Pois é, nem eu sei. Isso apareceu nos tempos da faculdade, num dia que eu estava com a gana de fazer uma morena chapinha, porém rabudinha, ficar de boca fechada por cinco minutos, e o tradicional "CALABOCA, PUTA"* não adiantava.

Dado a explicação da história por trás desse método, vamos ao dito cujo. Ele é realmente simples: basta você repetir a última palavra, ou o último trecho, do que a pessoa disse.


Ok, eu sei que vocês tem alguns neurônios a menos, pelo simples fato de lerem esse blog (ou clicarem no link para ele), então vamos ao exemplo prático, via chat:


Guilherme Batista: aprendendo a ser irritante em uma lição simples e prática: responda para a pessoa perguntando sobre a última palavra que ela disse
Guilherme Batista: agora vamos aprender na prática. Me mande uma mensagem qualquer

lipe.kissa: Oi

Guilherme Batista: oi?

lipe.kiss: Oi. Tudo bem?

Guilherme Batista: tudo bem?

lipe.kiss: Tudo e você?

Guilherme Batista: você?

lipe.kiss: MANO
lipe.kiss: Isso é muito chato.



Simples, rápido e eficaz. Claro que, em teoria, vc não deve simplesmente chegar logo com os dois pés nas tetas. Você tem que levar a conversa normalmente, e aí sim você manda ver no método. Geralmente nem percebem que tal coisa acontece. Devo salientar que no log abaixo há um erro de principiante bem básico, então vocês prestem atenção. Assim:


Guilherme Batista: estou triste
Guilherme Batista: muito triste

Nayara CØRINTHIÅNÅ: que foi miguxo?

Guilherme Batista: o descent II não roda no windows vista :(

Nayara CØRINTHIÅNÅ: Q

Guilherme Batista: o jogo descent II
Guilherme Batista: não roda em windows vista

Nayara CØRINTHIÅNÅ: e?

Guilherme Batista: meu
Guilherme Batista: esse jogo era foda em 1997

Nayara CØRINTHIÅNÅ: não roda?
Nayara CØRINTHIÅNÅ: era foda?

Guilherme Batista: yeaph
Guilherme Batista: 24 fases
Guilherme Batista: e 4 fases secretas
Guilherme Batista: pilotando uma nave por labirintos cada vez mais complexos

Nayara CØRINTHIÅNÅ: 24? hm

Guilherme Batista: vc jogava isso, chegava no final e quando saía do jogo
Guilherme Batista: conseguia resolver um rubik cubic na maior facilidade

Nayara CØRINTHIÅNÅ: facilidade?

Guilherme Batista: é
Guilherme Batista: o jogo mexia com a cabeça

Nayara CØRINTHIÅNÅ: cabeça?

Guilherme Batista: vai.se.foder.

Nayara CØRINTHIÅNÅ: vsf?

Guilherme Batista: há, vc errou
Guilherme Batista: eu tinha colocado o "vá.se.foder."
Guilherme Batista: seria
Guilherme Batista: ".?"

Guilherme Batista: aprenda com quem inventou isso, sua anta

Nayara CØRINTHIÅNÅ: anta?

Guilherme Batista: eu voute bloquear, sua filha da puta

Nayara CØRINTHIÅNÅ: bloquear? auhuah


Claro que nem por ter errado primariamente a Nayara parou. Isso prova que o método é tão simples e eficaz que o torna praticamente infalível!


Guilherme Batista: agora, gafanhoto, que vc o aprendeu
Guilherme Batista: aprenda as leis de utilização disso:
Guilherme Batista: 1)Usar somente com nerds, patricinhas e pessoas fáceis de serem confundidas (skinheads, por exemplo)

lipe.kiss: Ok

Guilherme Batista: 2)uso com moderação, senão perde o efeito.
Guilherme Batista: 3)Pessoas que já tenham passado por isso se tornam mais resistentes ao efeito desse método no dia seguinte. Exceção: morena chapinha, loura burra e todas as mulheres encontradas no Padrão de Beleza Globo

Do antídoto
Só existem três soluções para esse método:
1)Evitar que qualquer uma das partes o use.
2)Cortar a parte que o usa. Geralmente isso se dá com um block, um "NÃO COMEÇA, Ô FILHO DA PUTA" ou um sonoro pescotapa no cidadão;
3)Um tiro bem dado no meio da testa da pessoa.

E-é-é-é-é-é po-po-po-por ho-ho-je-oooo-o-o-o... ah, vocês entenderam.


*se as meninas do luluzinha camp leem isso, vão fazer um protesto de queima virtual de sutiãs contra a minha pessoa machista. Acreditem, moças, o que eu fiz com essa menina foi um favor à humanidade.

Evento! Evento!

Postado por Guilherme Batista, em 09/03/2009

Nenhum comentário:
Eu to há uma semana para postar isso, mas sempre esqueço. Se liga: You pix, no espaço gafanhoto rebouças

Quando?
Hoje, amanhã e depois (9, 10 e 11 de março).

Que horas?
Começa às 5. Termina sabe-se lá que horas

E sim, eu estarei lá. Já confirmei minha presença via twitto, mesmo. Amanhã e depois eu não sei, mas hoje ja é garantido (y).


Quem quiser ir lá me ver, basta procurar pelo cara de penteado esquisito, beiços gigantes e um dell inspiron 1525 com um adesivo na tampa escrito "Work harder and be happy!"

Next features

Postado por Guilherme Batista, em 08/03/2009

Nenhum comentário:
Amiguinhos, leitores do blog, jogadores de counter strike e nerds afins: em breve, colocarei algumas features extras no blog. Algumas delas já estão quase prontas:

-Uma revista digital;
-Uma tv com updates ocasionais
-Podcast
-Um widget do twitter


Ao menos, o último eu irei disponibilizar pra vocês usarem na faixa. Nem vou precisar de php, asp ou qualquer um desses caralhos :P


By the way, essas coisas irão demandar tempo e dedicação, de forma que os textos irão ficar meio que parados. A namorada vai continuar publicando os textos dela. São de mais níveis e comumente mais engraçados que os meus, então vocês irão perceber uma visível melhora neles. Mas, como quem tem chefe é índio e eu não mando porra nenhuma nessa joça, ela vai publicar os textos quando e SE tiver vontade.

Por hora, é só. Beijundas, crianças o/

Cloud thoughs...Em quem acreditar?

Nenhum comentário:
Tem uma coisa engraçada. O fato de eu fazer computação na faculdade me faz absorver tanta informação que cada vez que me perguntam alguma coisa sobre computação, linguagens de programação, processadores, componentes e toda aquela putaria, toda e qualquer resposta vem precedida de um “depende”. Tudo depende, caralho, tudo. Cada vez mais todo e qualquer assunto relacionado ao mundo digital não tem uma resposta definida e/ou definitiva como antigamente (un 4 – 5 anos atrás) .

E a pior coisa de todas é: em quem acreditar? Todos falam demais, sabem demais e têm experiência demais na área. Já enfrentaram o diabo e o papa, o sol e a chuva, fizeram testes de sei-lá-o-que, só que cada um tem opiniões totalmente divergentes, estranhas, pseudo-sábias, com foco em alguma coisa (muitas vezes, opiniões pagas por empresas). Cada blog fala de alguma coisa, cada página especializada fala de outra. Um acusa o outro de falar besteira, o outro acusa desse um estar errado. Em quem acreditar?

O alvoroço que a onda de digitalização do povão gerou sobre “quem sabe mais” explodiu como uma competição de “quem-sabe-mais”, contra “quem-sabe-ganhar-mais”, isso sem incluir o grupo de “quem-influencia-mais”. Antigamente, a competição era contra quem tem os melhores aparelhos, que programa mais e quem entende mais, e os famosos “sábios” do mundo da computação, informática e afins (lembrando que: computação é TOTALMENTE diferente de informática) tinham opiniões convergentes e que chegavam ao ponto mais rápido.

Chegando a uma conclusão: todos sabem demais, falam demais, se informam demais e acreditam menos nos “professores” e mestres da área, tirando assim, o foco do real portador de conhecimento para voltar tudo isso ao mundo digital. De onde devemos realmente pesquisar informação, conhecimento e verdades? Quem está certo nesta história, e quem está sendo pago?

Pra onde correr? Aonde realmente se informar? Quem são os novos sábios? Quem está falando besteira? Alou, Glaucio? Quem está certo nesse mundo?

Eu só sei... que nada sei...

Como NÃO ser homem

Postado por Guilherme Batista, em 06/03/2009

2 comentários:
Assim:
"Conheci o Fulano (amigo de um amigo) há dois anos e a coisa virou um nheco-nheco velado. A amizade era baseada em conversas de msn e eu, claro, fui me apaixonando. Ele falava gracinha, eu elevava à décima potência mas nunca falei o que sentia - apesar de estar bem óbvio pra todos. Nesse meio tempo ele começou a namorar (me apresentou, levou ela pra jantar comigo e meus amigos), mas continuava fazendo gracinha "sonhei com você", perguntava sempre com quem tinha saído, se estava namorando blablabla. Terminou o namoro, vinha chorar as pitangas (à essa altura eu já estava desenvolvendo uma gastrite nervosa) até que eu resolvi me declarar por email. Em resposta, ele disse que sempre soube que me provocava e que só queria ver até onde eu iria "amarelar". A questão é: qual a explicação pra tudo isso? A teoria da mulher feia, gorda (ou os dois) ou o cara é simplesmente um sádico perverso?"


Trecho da resposta do Gravata:
O que aconteceu? O óbvio: o panaca agiu de forma 'panáquica' e você sentou na graxa. Ele não é um sádico perverso, mas sim um moleque babaca. E você está na mão desse adolescentezinho que joga RPG na vida real e brinca de videogame com criaturas de carne-e-osso.

O original tá aqui

Bem, assino embaixo.

Do porque de eu ficar tão calado

Nenhum comentário:
Já dizia o sábio Raulzito: vai faz o que queres, há de ser tudo da lei velho ditado: mais vale ficar quieto e acharem que você é um imbecil do que você abrir a boca e ter certeza

Só esse parágrafo já resumiria toda a idéia do que eu quero fazer, mas publicar idéias resumidas é coisa de twitter, e twitter é coisa de pobre, então deixa eu desenvolver melhor isso.

Acontece o seguinte: a vida em sociedade, sempre ela, exige que tenhamos algumas regras bem básicas (para a melhor convivência de todos): limpar a bunda direito, não cutucar o nariz na frente dos outros, evitar arrotos e... ficar quieto.

Sim. Ficar quieto. Quase sempre que eu abro o bico, sou mal interpretado - e acabo gerando polêmica. Nem sempre essa é a intensão - geralmente eu deixo tal desejo bem claro. Mas quase sempre ocorre essa bendita má interpretação. Como, por exemplo, a despeito de uma certa cantora que apanhou e voltou correndo pro maridão.

Na hora que eu li isso, formulou na minha mente a seguinte dúvida:

"Ok, tudo bem, uma mulher tem a quem recorrer caso seja agredida por um homem. E se um homem for psicologica, social ou fisicamente agredido por uma mulher? A quem ele recorre?"

Longe de mim incentivar a cultura da violência (tapas, pra mim, deveriam ser dados na cama - e com suas variações nesse campo), mas interpretaram como se eu REALMENTE tivesse incentivando a isso. E o pior, tentaram defender todos com todas as forças de que as mulheres poderiam ser protegidas pela polícia e etc e tal.

Seguiram-se várias discussões inúteis dando voltas e mais voltas ainda mais inúteis (like, e no fim das contas, eu tive que apelar pra namorada:

Me: **repete o texto de cima**
Namorada: ele vai numa delegacia, aciona uma advogado e processa ela*

Como eu disse pra doduti, se eu abrisse a boca pra falar tudo que me vem à cabeça, eu já estaria linchado e amarrado na rabeira de um trem que vai para Francisco Morato

*ou alguma coisa assim, eu não me lembro direito do que ela falou na hora



Nenhum comentário:
Tomou um pé na bunda?

Sua conta tá zerada?

Perdeu o ônibus pra voltar pra casa?

**aponta e ri**

Postado por Guilherme Batista, em 05/03/2009

Nenhum comentário:
alou glaucio?

Como terminar um namoro via gtalk

Nenhum comentário:
Situação: sua namorada chega tarde em casa.
Num dia de menstruação.
Depois de ter perdido dois ônibus.
Com fome.
E morrendo de raiva do mundo.

O que seu namorado sem noção faz?

Isso:

me: hey
não se esqueça
você é a razão do meu seeer(8)
eu respiro por voceeeê (8)
eu te amo minha senhoraaaaaa e devo tudo a vocêeeeeeê (8)
lalallalalalalal (8)
podemos transar agora? :D

Ariane: tou com cólica

me: tudo bem, só uma chupetinha já me agra... er, oi?






Aposto 15 real que eu sou chutado antes das 8 da manhã de hoje.

Postado por Guilherme Batista, em 03/03/2009

Nenhum comentário:
Ah, f-daose eess eahder, etu to moerendo de snoo, amhenah conuntyo

Contato

Nenhum comentário:
Eu não tenho a menor paciência de caçar na internet um formulário de contato gratuito - e também não tenho a pretensão de fazer esse blog ser um site especializado. Portanto, a forma mais fácil de contato comigo é via interweb mesmo:

email: underlineg.blog@gmail.com
msn: batista.guilherme@gmail.com
skype: guilhermedab

O email do msn é exclusivamente usado para esse fim. Nada de me mandarem dúvidas e/ou comentários ou sugestões. Isso aqui não é a casa da mãe joana, caralha.
Pode acontecer também de eu ficar sem conversar muito tempo com você no msn. Isso é normal, dado que eu trabalho feito o cão. Mas fique tranquilo: a menos que eu te ache muito chato, você pode mandar qualquer mensagem que eu irei responder na primeira chance que tiver ;)

E quanto ao skype, se você der sorte, me pega on line - mas de qq forma, eu vivo conectado nele, mesmo estando no trampo.

De qualquer forma, eu não vou te atender toda hora. Antes de ter esse blog, eu tenho uma vida fora do computador, e é a ela que eu dou prioridade.

Quem?

4 comentários:
Guilherme Damião Alves Batista, ou Gui, ou _g, ou **insira aqui seu apelido favorito, são muitos**, é formado em Comunicação Digital com foco em Web. Atualmente tem 22 anos e namorado uma linda nerdzinha simpática*

Mas não é porra nenhuma dessas que vocês querem saber, certo? :D


Ok, sou _g. Um cara legal, simpático, extremamente pacifista e muito, mas muito zen. Tenho rinite alérgica, de forma que vivo com o nariz escorrendo e puxando catarro.
Sim, que nem um orc. Ah, também tenho um pequeno problema estomacal chamado "gastrite nervosa", nível DEFCON 5. Isso quer dizer que só de engolir saliva eu tenho azia e arroto feito um porco - e geralmente são OS_ARROTOS. Uma vez eu consegui falar "LEMBRANÇA DE NOSSA SENHORA DE PINDAMONHANGABA DO SUL" arrotando.

Eu deveria estar no guiness por isso.

Ah, também tenho perda de 35% da visão do olho esquerdo graças à uma ferpa que entrou no meu olho - após uma escada de madeira dar um duplo twist carpado. O fato de eu estar carregando a escada numa outra escada, azuleijada, num dia de CHUVA não contribuiu nem um pouco com isso, ok?

Ok, essa foi a parte dos problemas. Ah, você discorda que eu seja um pacifista gente boa? Bem, eu acordo pela manhã e penso: "hoje eu serei uma pessoa pacífica! Mahatma Ghandi terá orgulho de mim!". Mas as pessoas pedem: "Por favor, seja orc!". E não só pedem, demonstram isso: ou me atrasam de maneira considerável, ou ficam na minha frente. Ou pisam no meu pé. Ou eu fico com fome (o que quase sempre acontece). E quando fico com fome, eu fico PUTO.

Não dá pra manter a calma com tanto estresse, certo? ;)

Agora, a parte boa. Eu sou uma pessoa muito gente boa, gente fina até. Um cara que praticamente vai fazer mil sacrifícios para te ajudar - DESDE QUE, após esses mil sacrifícios feitos, você seja gente boa e lembre-se sempre desse favor. Não precisa puxar meu saco, é só lembrar do princípio da graditão. Do contrário, eu vou fazer da sua vida um pequeno inferno particular. E pouco me importa o grau de proximidade - você mereceu isso.

Também trabalho pra caralho. Praticamente levo a empresa nas costas, mas não ligo - a compensação vem depois quando melhoro meus conhecimentos. Manjo pra caralho de action script. Pode até não parecer, mas eu manjo. Também travo na frente de algumas pessoas, mas em geral sou bastante extrovertido - apesar de ter timidez leve. Bem leve. Minha namorada que o diga ;)


Por hora, é tudo o que você preicsa saber. Fell free to read the blog

*sim, ela é simpática, e ai de você se duvidar. Ela mesma vai aí te socar, caralha.

Mudanças

Nenhum comentário:
Aê povo, estou fazendo umas alterações de layout no blog aqui, cappisca?

Isso quer dizer que ao longo da tarde (e da noite tb, vai saber?), eu irei alterar o layout daqui ao meu bel prazer. Algumas dessas mudanças serão imperceptíveis, outras, nem tanto.

Então, aquietem a periquita. Sugiro, sei lá, acessarem o feed do blog ou voltar aqui amanhã.

De qualquer forma, seguem as alterações que farei:

-Um plano de fundo decente.
-Limite das áreas mais demarcado. Convenhamos, não pega bem esse layout "catarro verde style"
-Adição de links em sessões (Tá vendo esse navmenu alí em cima? Então. Ele tá só rascunhado, não tá funcionando ainda,ok?)
-Uma revista digital
-Sessões mais especializadas

As alterações já feitas:
-A mancha do blog passou de 800px para 1200 px. Sim, eu sei que é como dar um tiro no pé e que eu deveria ter considerado o formato 1024, mas sinceramente? Com a popularização dos monitores widescreen E dos notebooks, esse formato está morrendo (_g, desde 1986 um homem à frente do seu tempo)
-Adicionei mais links
-Essa vocês não veêm, as eu mudei a programação de fundo. O blog agora carrega 20% mais rápido. Eu sei, "só 20%?", mas considere que esse tipo de otimização é praticamente impossível quando se usa publicadores que não são seus (aka: blogger) :/
-Coloquei essa barra lateral aí da direita. Já tava me irritando aquele salsichão na lateral esquerda :P. O melhor mesmo é simplificar ;)


Por hora, é só. E por que eu fiz esse post? Porque meus leitores (todos os dez!) merecem uma explicação sobre o que eu to fazendo aqui.

Té mais. Morram agora, obrigado.

Voluntarismo

Postado por Guilherme Batista, em 02/03/2009

Nenhum comentário:
Seguinte, putos: sábado que vem, dia 7/03/2009, iremos, eu e a namorada, doar sangue no hospital Albert Einsten

O motivo? Porque queremos. Porque achamos legal fazer esse tipo de coisa e ajudar a salvar vidas. E também porque se você trampar de sábado, recebe folga no dia (y) :D


Mais informação sobre doação, Aqui

Anota na agenda aê, puto:

Albert Einsten
Av. Albert Einstein, 627/701
Morumbi
São Paulo - SP
05651-901
Telefone:+551137471233
4º andar - Bloco A
Sábado, das 8 até as 17, mas a gente vai chegar entre 15 e 16 horas - a mulher tem a natação, sacumé.

Não sabe aonde é o Albert Einsten? Olha aqui:

Exibir mapa ampliado

Depois de doarmos, iremos pra uma starbucks encher o rabo de café. Tás afim? Email-me: underlineg.blog@gmail.com.

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados