Publicidade

Acesso rápido

Atendimento da claro varia de loja para loja

Postado por Guilherme Batista, em 31/10/2008

Nenhum comentário:
Ser impedido de aumentar o plano do seu celular com a desculpa de "não ter completado um ano com seu último aparelho subsidiado", ou de eu poder aumentar mas ter que pagar uma multa astronômica de 600 reais, é o cúmulo da insanidade e falta de consideração com o ser humano / cliente [no caso, eu]


Seguinte: tenho um celular da Claro. Um sonic Sony Ericsson k550i. Não é um smartphone nem faz vídeo chamada, mas aceita programas em java [o que fez com que ele tivesse gps, opera, ebuddy, world e excel...] e jogos em 3d, além de ter um hack que permite ser usado flash nele. Sim, eu adoro promover qualquer produto que eu tenha, ou que eu goste. É a minha capacidade inerte para vendas que clama por se manifestar, não é culpa minha.

Então, peguei esse celular no começo do ano [mais ou menos em abril], quando começou aquele bafafá de celulares poderem ser desbloqueados ou não e blablabla. Como é um plano controle [aquele híbrido de pré-pago e pós-pago], acreditei que ele viria bloqueado & subsidiado - fato comprovado pela leitura do contrato. Tem um artigo ali que dizia o seguinte:

art 3.2: O cliente aceita ficar fiel à operadora por um período de 12 (doze) meses; caso o cliente peça o desbloqueio do celular, se prontifica a pagar o restante do valor do aparelho subsidiado como forma de multa [...]

Pois bem. Li e reli o contrato umas vinte vezes. Não vi nenhum trecho que dissesse: "O animal idiota do qual queremos o sangue, doravante "cliente" cliente está proibido de mudar seu plano de telefonia"

Claro como água, certo? De posse dessa certeza, fui lá eu, todo meninão em minhas convicções de que valeria a pena mudar de um plano controle-básico para um plano pós pago de, digamos, 90 minutos.
Sim, eu falo pra caralho, mesmo para um homem.
Pois bem, cheguei eu, todo lindo e pimpão na loja da claro, no Shopping Eldorado [aquela BEM DE FRENTE à loja da vivo; acho que é para me lembrar do quanto sofri com essa operadora], semana passada. Fui educado até com a educadora, dizendo "Olá, boa tarde, pode tirar uma dúvida minha? Eu tenho um plano controle e gostaria de mudar para um plano pós pago normal"

Seguiu-se esse diálogo:
-Há quanto tempo o senhor tem esse celular?
-Bem, eu comprei ele subsidiado por vocês em abril...
-Bom, o seu aparelho ainda está bloqueado, o senhor terá que pagar a multa do subsídio restante para poder mudar de plano
-oO' peraí... eu não entendi. Eu disse que eu quero mudar de plano. Não disse que quero esse aparelho desbloqueado. Eu quero apenas mudar para um plano pós pago.
-Mas senhor, o seu aparelho foi subsidiado como um plano controle, o senhor paga o valor dele no plano
-Eu sei, mas se eu aumentar o valor do plano? Teoricamente deveria reduzir o tempo de fidelização à vocês, mas eu não tenho o menor interesse de desbloquear esse celular.
-Bom, mas para o senhor aumentar seu plano, terá de pagar a multa para a liberação do plano
-Você quer dizer "propina para acelerar o processo", certo? Por que não tem em lugar nenhum do contrato que assinei com vocês está dizendo isso.
-Olha, se o senhor quiser pode estar falando com um dos nossos atendentes, mas antes terá de pegar uma senha e...
-Deixa eu falar com seu chefe, por favor.

Ela parou

-Mocinha, eu pedi para falar com seu chefe, pode ser?
-Mas senhor, eu já lhe expliquei que
-Deixa.eu.fa.lar.COM.SEU.CHEFE.AG.O.R.A.

Veio um gerente gordo, fétido e seboso. Típico adminstrador burro, logo pensei. Expliquei para ele minha situação.
O diálogo foi muuuito semelhante com o acima. Mandei os dois às favas, aceitei a condição deles mas disse que ia ficar com meu plano controle por mais alguns meses.



O mais interessante é que esse tipo de tratamento eu só recebo no shopping eldorado. Se eu fosse algum malaco trombadinha, va lá, teria motivo para tal tratamento, mas não sou. Deixei eles de lado e fui para a loja da claro no shopping center light, aquele no centro de SP.

Lá, só faltou eu ser tratado à pão de ló. O vendedor segurou um modem 3g por 3 dias para mim, mantendo reservado. E a cada dia que ele via a minha cara e a da ari, já vinha com o sorisão de "OOOOI! Eu lembro de você!". O cara sanou TODAS as minhas dúvidas sobre 3g na maior paciência [como por exemplo, 3g estar com cobertura estadual completa em 1 ano] e ainda se ofereceu para mudar o malfadado plano. Não mudei no dia, mas foi por consideração com o cara: tinha MUITA gente querendo ser atendida lá, e o povo quando fica tempo demais esperando costuma ficar deveras irritado.


Enfins, recomendo essa loja. O nome do vendedor é "Leonardo" [não peguei o sobrenome da peça]. Se passarem pelo centro, recomendo irem lá.

E peçam um cafézinho, tenho certeza que ele fará um

Sony Ericsson k550i review

Postado por Guilherme Batista, em 30/10/2008

Nenhum comentário:
[porque se deve sempre falar bem do que a gente tem. E isso vai seguir o padrão dos outros reviews: eu vou falar da minha experiência como usuário]

Eu falei que estava loucamente desejando um PDA, certo? De preferência um que fosse assim, um Dell Axim X51v, certo? E que seria muito mais para organizar minha vida e servir como secretária, certo?


Pois é. Comprar um desses seria um puta exagero. Pelo menos eu o vejo como tal hoje, já que o meu celular vale bem mais que um Z22. Cinquenta conto, senão estou enganado [a saber: Sony Ericsson K550i]. Oh, não tem touch screen e a caneta stylus? Enfie-os no rabo, fiadaputa.


Eu gosto da Sony Ericsson. Os celulares dela tem um excelente design, do tipo que você usa em ambiente empresarial ou familiar, que tanto faz: ele se adequa de um jeito.. estiloso. Sei lá, dá uma puta presença. Não tanto quanto os HTC ou iPhones, mas... Voltando, o design dele é muito funcional. Fora a tela brilhante de 170x220px. É tipo um widescreen, só que virado ;)

Se encher muito o saco, é só ativar a função "Horizontal" ou equivalente do aplicativo que você tiver usando, oras.

E o principal inerte a todo celular que eu tenho certeza que você NUNCA cogitou usar na sua vida: agenda de tarefas e anotações.
Sim. Esses dois recursos básicos que existem desde 2000 e pouco, e raramente alguém os nota no celular - pq são "feios" ou estão tão mal guardados que ninguém os acha. A prova disso foi num celular de um cara, LG M-alguma-merda, de um tio que presta serviço pro Bradesco [sim, eu cito mesmo as empresas. Quero visitação, catzo]. O celular do cara tinha exatamente as MESMAS funções citadas acima. Não tinha sincronização com o computador, mas na boa: alguém aí em sã consiência usa isso?




**silencio na geral**


Foi o que eu pensei.


A camera é de 2.0 megapixel. Fiquei um pouco decepcionado com a resolução dela, mas sinceramente? Eu quero mais que se foda, as fotos tiradas com ele são apenas para eu botar no orkut. Isso aê é mais que suficiente - ainda mais sendo CyberShot :D. Tem alguns ajustes básicos que você pode fazer na foto, como auto levels, brilho, contraste... enfins, o básico a qualquer camera digital decente. E ele tem um LED para flash. Não que eu use e ache o máximo, mas quebra um galho como lanterna :D

Quanto às teclas, a Sony merece um belo puxão de orelha. Porra, elas são fiinas. FINAS. FINAS CARALHOS. Fino é o meu pau, porra, tecla de celular tem que ser bem grande para a gente poder meter o dedo nela, tal qual como no cu da senhora sua mãe, à vontade. Em compensação, o espaçamento entre as teclas é largo, bem largo, tipo buceta de puta velha em dia de aposentadoria. O joystick é bonzinho também, e bem funcional. Nego geralmente reclama que joystick é pequeno, duro, mimimi... querem mesmo é um "stick for joy" para sentarem, isso sim.


Caralho, como eu ando estressado.


Voltando às características do celular, ele é foda por aceitar uma coisa que eu não vi nem um Motorola A1200 nem um Samsung F250 aceitarem: JAVA RUNTIME E JAVA 3D, CARALHOS. Isso quer dizer que, a)eu tenho um world, excel e pdf editor no garoto, b)ele tem o google maps com AGPS de fábrica, c)ele tem o mini opera e flash lite instalado e d)isso abre um mundo de possibilidades de serviços e jogos do caralho, mano! Não há muito o que falar aqui: simplesmente baixe a porra do .jar e instale no garoto. E caso você pegue um vírus, ou dois - como foi no meu caso, de tanta coisa que resolvi botar nele - não se preocupe. É só rodar o software de atualização na máquina que fica tudo resolvido. E sim, seus contatos e sms do tipo "De grelha eu não gosto, mas no seu grelinho eu me esbaldo" não são deletados, seu ogro de merda sem classe.

Ah sim. Caso interesse, esse celular conecta via IR, Blue tooth e se tu for muito hacker, wi fi. E ele é fácil de fazer alterações - desde desbloquear e até mesmo enfiar o flash lite nele. Sim, o flash lite. E você pode até mesmo alterar a configuração do menu dele - como mostrado na Comunidade k550i. A automação da bateria dele é razoável, principalmente rodando java e falando.

Afora isso, não há mais o que falar do celular. É uma excelente aquisição; recomendo qualquer linha da Sony Ericsson a todos :D

Postado por Guilherme Batista, em 29/10/2008

Nenhum comentário:
essa nova conexão aê, e os planos que as operadoras oferecem, são coisas legais e bacanas. Agora dá pra conectar o notebook em qq lugar usando qq uma das redes disponíveis [GGG, GPRS, EDGE/EVDO] e navegar nos seus sites pornô favoritos sem precisar furar proxy de filho da puta nenhum.



Só perde para mulher, cerveja e sexo. Mas vá se foder, querer que internet seja melhor que sexo é pedir demais.



Hm, mas eu conheço gente que gosta disso...

Linux fede, você também*

Nenhum comentário:
Todo lugar que eu vou, em que há uma concentração de geeks e nerds psicopatas whitout social life, há algum idiota que pensa que linux é o melhor OS do mundo. Não vou listar aqui as N razões para você evitar esse sistema operacional, apenas vou citar a principal delas: quem mexe com linux sente muito mais prazer em recompilar o kernel do ubuntu do que efetivamente foder com sua namorada.


Sorte a minha que nunca fodi com minha namorada. Whatever. Vou listar aqui as razões para você usar o WINDOWS!


Sim, o windows. É fácil falar mal de uma coisa que a gente detesta [mimimi eu odeio aquela mina cheia de cera, mimimi eu odeio aquele cara feio e preto, mimimi eu odeio a Dell / HP / Lg / Sony / Sua marca poderia estar aqui]. Quero ver falar BEM do que se gosta. Como exemplo, vocês podem ver a quantidade de postagens em que eu xingo a ari aleatóriamente e a quantidade de vezes que elogiei ela.

A diferença ilustra bem a minha filosofia de vida :P

Enfins, eis aqui as dez razões para usar WINDOWS:

a)TODOS OS DRIVES! Você não precisa se preocupar com instalar porra nenhuma na sua máquina! Simplesmente chega, enfie a porra do hardware nesse lixo que você chama de "computador que roda Doom III" e saia feliz usando seu novo brinquedo da maneira como quiser - eu recomendo enfiar isso no cu, seu lazarento desgraçado filho de uma chupadora de sêmem ressecado.

b)COMPATIBILIDADE! Metade dos sites no mundo inteiro são feitos de forma a rodarem de maneia decente no INTERNET EXPLORER SETE. Se isso não fosse motivo o suficiente, eis mais um: você pode navegar na internet sem se preocupar se o site vai funcionar direito ou não, ESSE BROWSER É QUE NEM PUTA DO LARGO DA BATATA: ACEITA QUALQUER PORCARIA, incluind você, seu vendedor de tampico vencido que faz ponto na Rio-Santos.

c)TECLADOS MULTIMÍDIA FUNCIONAM! Mas é só com o windows media player. Mas se você é uma bicha desabilidadosa o bastante para comprar um TECLADO MULTIMÍDIA E NEM SABE USAR ESSA PORRA DE MOUSE PARA CHEGAR NO PLAYER RAPIDAMENTE, então provavelmente nem conheçe outro player que não esse. Todo caso, eu nunca vi um teclado assim funcionar no linux. E sabe POR QUE? Porque programadores que fizeram isso no linux perceberam a perda de tempo que era recompilar um OS inteiro só para fazer o PLAY funcionar
ô raça.

d)USUÁRIOS! usuários de windows são mais simpáticos e prestativos na hora de ajudar. Eles até tiram sarro da sua cara, mas sempre te indicam o caminho certo para chegar em qualquer lugar - até pq, se o sistema tá ali, pronto, pra que mexer?

e por último...!

e)ATUALIZAÇÕES FÁCEIS! Você só precisa baixar o pacote do site da Microsoft [seu OS poderia estar aqui] e PRONTO, atualização resolvida. Tu não precisa se preocupar com recompilar pacote, MANDAR o os procurar atualizações e o caralho. Simplesmente bota a porra toda no automático e pronto

A exemplo disso, imagine que o OS é um carro e a atualização, a marcha. Cada vez que você precisa mexer na marcha do seu windows, apenas pisa numa embreagem e move uma alavanca.
Se fosse naquele seu modelo gurgel-linux, você teria que a)desmontar a caixa de câmbio; b)mandar o carro procurar pela versão mais nova; c)tirar cada engranagem velha e esperar cair as novas do céu e d)remontar tudo.

descomplique, caralho.




*referência à um antigo post num blog antigo que não é meu, mas está sumido.

Mobile

Nenhum comentário:
Eu sei, to sumido. Comecei a trampar numa empresa tradicionalista, de forma que não posso navegar muito em sites que atrapalhem aquela tal de "produtividade". Blogger é mal visto e tals, então vou deixar isso aqui ser alimentado via celular mesmo.

E finalmente aprendi a usar o padrão "t9" de digitação - uma mão na roda quando não se tem o padrão QWERTY no celular. Ou a rede 3g ;)

Posts que preciso fazer

Postado por Guilherme Batista, em 24/10/2008

Nenhum comentário:
a)falar mal do linux
b)falar mal da HP (maybe?)
c)falar mal dos gadgets inúteis do W Vista
d)falar mal do atendimento da claro e do fato de eles cortarem qualquer possibilidade de eu poder aumentar meu plano de telefonia [posso chamar essa porcaria que vive fora do ar de "telefonia"?]
f)entrar logo no maldito programa de afiliados da Dell.

Postado por Guilherme Batista, em 21/10/2008

Nenhum comentário:
Mas não bastou a menina lá morrer para TODO mundo aparecer com uma solução? "Tinha mais é que invadir matando até a refém"

Impressionante. Vejamos: a menina não tinha culpa de um retardado invadir o apê dela num horário que os pais estavam fora de casa; ela tinha apenas 15 anos, provavelmente era uma sopa hormonal e não tinha a menor noção de como agir; e estava desesperada.

Ok, matem a refém, ela tem culpa de ser humana.


PS: a Época é uma bosta com aquela capa estampando a cara da menina. Ah vá tomá no cu, porque ninguém foca no carinha que queria a atenção da mídia, cacete?

Dell Studio 17''

Postado por Guilherme Batista, em 17/10/2008

Nenhum comentário:
Obs: antes que venham perguntar, não, a Dell NÃO está me pagando por escrever esses reviews. Adoraria MUITO que isso acontecesse e tals, mas como ainda não é possível, eu simplesmente escrevo por achar o produto bom mesmo.

Ok, colocado isso acima, vamos lá. Hoje, 16/10/2008, tive a chance de botar as mãos num Dell Studio 17’’. Seguindo o mesmo padrão do meu primeiro review, vou falar da minha experiência como usuário – a parte técnica chata eu deixo para os geeks e aficcionados de plantão procurarem no Google.

Melhor ainda, deixo essa parte para esse pessoal aqui

Entonces, vamos ao review. Estava eu no shopping Eldorado, bebericando um café na Starbucks local e amaldicionando o fato de não conseguir conectar no link aberto que pelo ali sempre. Puta falta de consideração com o pessoal que chega nesses lugares e...




... se a galera de lá lê esse blog, eu to fodido.

Voltando, estava eu bebericando um café quando chega um cidadão com um nariz mais em pé que o meu [isso é possível?]. De longe antipatizei com a criatura, mas não dei tratos à bola. Se eu fosse alguma bichinha louca, ou uma mulherzinha, iria escrever algo sobre isso. Apenas pensei “deve ser mais um playboizinho metido à besta que freqüenta essas coffes shops e acha que é a última moda no Brasil.”.

Eis que o cidadão abre a mochila e saca o Dell Studio 17’’. Para que DIABOS UM CIDADÃO LEVA UMA IGNORANCIA DE 17’’ em uma coffee shop eu não sei, mas de longe deu pra ver que era um treco lindão

E eu tava sem lente.

Pois bem. Consegui a conexão com a internet, levantei com a cara e coragem pro cidadão e perguntei:

-E AÍ SUA BICHA! Esse é um Dell Studio?
-Sim :)
-Wow
-Curtiu?
-Muito. Gosto desses notes da Dell e tals.
-Achei esse seu note bonitinho. Posso ver?
-BONITINHO O CARALHO, FILHO DA PUTAPode, mas eu quero ver o teu também.
-Tá!

Pessoas simpáticas e solícitas me soam estranhas no mundo, mas foda-se. O cara tava com um note importado em mãos e foi maluco o bastante para deixar eu fuçar à vontade nele.


Tive excelentes impressões sobre esse note. O brilho do LCD, por exemplo. Ajustável como o do Inspiron, mas com uma distribuição de cores mais uniforme em todos os ângulos. Praticamente deitei a tela do cidadão e não senti muitas diferenças nas cores. Ponto positivo para a Dell :D. A tampa me pareceu um tanto frágil [impressão essa confirmada pelo review do pessoal do link acima citado]

Essa linha, a Studio, tem uma coisa que os Inspirons deixaram a desejar: uma trava de fechamento. Não me agrada a idéia de ter meu garoto balangando o LCD enquanto eu caminho por aí, uma vez que ele fica fechado graças a uma leve pressão de molas. Os da linha Studio não sofrem disso, grazadeus.

A frente dele é completamente lisa, diferente do meu – ele tem duas saídas de som frontais. Anyways, a frente dele vai afinando, fica mais confortável de usar. O teclado é completamente macio, tal qual o inspiron [acredito que isso seja um padrão na Dell, é o quarto ou quinto note deles que eu vejo ter isso]. Não produziu ruído nenhum, além de ter um teclado numérico separado [como isso faz falta :/]. E sim, antes que vocês perguntem, ele pareceu selado, igual o meu. Mas eu não ia jogar água no teclado do cara para confirmar o teste.

Insanidade tem limites e eu faço isso com minhas coisas apenas :P
A linha Studio tem os mesmos controles do Media Direct que tem no Dell, com a vantagem de ter um botão de ejetar o DVD / cd que está na baia [que eu adoraria que tivesse no meu].

Quanto ao touchpad,ele segue o mesmo padrão dos inspirons. O problema é que o modelo do cidadão tinha um tempo de resposta de uns 0,002 segundos. Nada que um aumento de sensibilidade não resolvesse, mas a Dell precisa se ater a esse ponto. É irritante arrastar o dedo e perceber um “delay” no mouse que insiste em ficar parado na tela.
Deu vontade de socar o case do note :D.

A, as caixas de som. Não pude avaliar, mas me pareceram de mais qualidade que as do inspiron. Fico devendo essa, povo.

Conexões. Uma coisa que foi decepcionante é que esse notebook é um tanto “pesado”, mesmo para os padrões de 17’’. Deveria ter mais conexão nele, mas ele tem tantas quanto o Inspiron 1525: 4 portas USB, uma VGA, uma HDMI, Express Card, rede e IEEE [ieeeeéiéié!]. Um dos pontos positivos foi o leitor de DVD deles. É igual aquels do Mac, que você apenas coloca o cd dentro e ele puxa o cd.

Do Mac ou igual os dos carros, você quem escolhe como comparar.

Um dos pontos que adorei foi o leitor de digitais do garoto. Segurança nunca é demais, certo? Eu supus que a placa de vídeo do cara [ que fiquei sabendo depois que se chamava Rodrigo] era uma foda, já que o cara tava com Call of Duty 4 instalado. Whatever, não ligo para jogos, mas uma placa de vídeo foda ajudaria e muito na renderização de alguns vídeos e animações :P.

Sobre o aquecimento, o cara tava com um core 2 duo. Não me pareceu muito quente no colo [nisso a gente já tinha ficado uma hora trocando figurinhas], de forma que minhas bolas não superaqueceram nem comprometeram meus níveis de fertilização. Em suma, fica relax Ari. Eu ainda sou um macho reprodutor ;).

O problema ali foi a bateria. A de nove células, rodando tudo aquilo e no brilho mínimo durou apenas uma hora e dez minutos.Pouco, muito pouco, mas eu considerei que a porra do note tinha 17''.

DEZESSETE POLEGADAS. Mó ignorância,mano. Mas me pareceu tão “leve” quanto meu inspiron, talvez um pouco mais pesado. Anyways, eu não tenho a menor noção de peso mesmo :D


Veredito final: eu recomendo, se você quer um notebook para aplicações multi mídia e não é um Mac fag. É um substituto ótimo para o desktop, e se você quiser pagar uma de cool decorador, pode montar um barebone [acredite, esse note tem uma capacidade FODIDA de HD] na sala de estar, junto com seu home theater, e deixar ele de tampa fechada. Fica foda++

PS: não tem fotos pq o cara não deixou eu tirar. Sei lá, medo de ser assaltado ou abuso meu de intimidade. Já imaginou, fotografar o minino dele assim, sem mais nem menos? nananinanão

[sarásmo]
E Dell, por favor, me pague por falar bem dos seus produtos. Ou me dê um notebook de graça, como já fizeram [/sarásmo]

Brigas [post desabafo. Por favor, passe longe se você não é uma pessoa envolvida]

Nenhum comentário:
Se existe algo pelo qual sou conhecido, é a irritante mania de, geralmente, defender os dois lados de uma questão. Tipo advogado mesmo. Não sei se foi por ter crescido meio largado de tudo e todos, e com uma imensa vontade de ajudar, ou se foi por ter sido tão injustiçado e fodido numa determinada época da vida. Anyways, acho que é pelo prazer de ser do contra mesmo ;)

Entretanto, sempre a causa é justa. Por exemplo, quando uma mina que eu tinha ficado certa vez no passado começou a dar dores de cabeça pro lado de uma comunidade. Na época uma amiga em especial queria ver o sangue dessa garota, e como eu tinha uma treta com essa garota, essa amiga me chamava direto pro pau para zoar ela. Não me lembro de quantas vezes eu fui realmente zoar a pobre coitada, mas pelo menos umas dez vezes eu falei "Nah, deixa ela quieta, não vale a pena", meramente por achar que a garota tinha direito de poder se expressar - não que isso fosse necessariamente uma coisa boa, mas era direito dela.

Pois bem. Hoje, agora há pouco, estava eu tentando enfiar um pouco de juízo na cabeça do meu irmão. O que é estranho, dado que ele tem dez anos a mais que eu. Como dizia, tentava eu, o irmão mais novo advogado de tudo e todos, enfiar na cabeça dele alguns conceitos éticos, como o de não zoar a namorada do irmão mais novo - ou de ter coragem de zoá-la na frente dela, para ela poder se defender. Ouvi um "tá, tá, já falou agora vai fazer teu serviço". Suspirei, resignado. Ia argumentar que era graças aquela mentalidade que ele, aos 32, estivesse em muitos aspectos inferior à mim [como AINDA estar cursando uma faculdade SEM diploma nenhum no currículo], mas deixei quieto. Se uma pessoa não ouviu pela primeira vez, não ia ser na segunda que iria ouvir.

Depois que eu chego nas pessoas com um pé de cabra e boto uma granada na boca delas, sou tachado de psicopata, mas tem hora que elas pedem por isso.

Aqui em casa tenho um sério problema em relação namorada x resto da família. Não sei que porra acontece, a família simplesmente não aceita eu estar namorando. Primeiro, uma louca desmiolada metida a professora educada chama-a de vagabunda, sem nem ao menos conhecer a menina. Segundo, o babaca boçal citado acima resolve levantar dúvidas sobre a fidelidade da Ari [coisa que o fdp martelou tanto, mas TANTO, que eu realmente fiquei em dúvidas uma época]. Agora, resolve zoar ela. Tive sérios impulsos de pegar a cabela dele e usar como apoio de mesa, devidamente separada do resto do corpo - mas como sempre tem uma fêmea por perto nessas horas, fui devidamente segurado pela minha mãe, pai, irmã e o cachorro que resolveu se manifestar.

Fora que todas as vezes que a menina aparece em casa, ele olha ela com o maior desprezo e trata a ambos como se fóssemos "inferiores". Fica um clima deveras chato, já que a ari só tem intimidade comigo e o resto da família, tipicamente criada no interior, é um pouco fechada e reservada [isso no começo, pq é só dar um presente e conversar um pouco que todo mundo aqui se abre. Ô povo fácil]. A Ari é a primeira namorada que eu trago em casa para tentar um approach, mas esse tipo de coisa só me desanima para continuar. Você tenta, tenta, tenta, uma hora acaba cansando.

Tive que tomar a única decisão, por mais infantil que possa parecer, cabível. Infelizmente não dá para trazer a ari aqui, em dia e momento nenhum. Não dá, esse arrogante de merda consegue estragar todo o clima que cria alguém em casa. E o pior é minha impotência perante a isso, já que mesmo que eu soque ele [como já fiz muitas e muitas vezes, mas isso não vem ao caso], ele continua fazendo.

Já perguntei para ele que, se ele foi tratado como um nerdzinho babaca ególatra e exibido que ele provavelmente foi [e é até hoje] e apanhou muito e era completamente menosprezado pelos seres humanos normais lhe deu o direito de ser assim. Ele ficou putinho e partiu pra briga, o que me provou que eu estava certo [homem, SEMPRE que fica sem argumento ou paciencia para debater, parte pra porrada. Eu fiz isso, ele fez, teu pai fez, se tu é uma bichinha fresca e ainda não fez, um dia o fará]

Esse post é um desabafo apenas. Eu juro que tento manter um convívio saudável com toda a família [e sei que sou uma pessoa difícil de lidar], mas eles parecem que ficam mais infantis que eu. E resolvem irritar. Quem se salva nessa casa, além dos pais velhos e sábios?

Provavelmente minha irmã mais nova, nem eu escapo disso.

Existe apenas uma música que eu canto nessas horas, geralmente bem alto para pessoa ouvir. Não que faça alguma diferença, mas me faz sentir bem. É aquela música "A Arte do Insulto", do Matanza. Reflete bem o espírito de quem conta a história e dos envolvidos [o otário do bar que só faz merda e o ogro pensador que sabe como xingar alguém]

Caçem a depois, quando tiverem chance. A maioria dos que acessam esse blog irão gostar dela

Os mestres

Postado por Guilherme Batista, em 15/10/2008

Nenhum comentário:
Copiado descaradamente do antigo post do Gustavo Guitti. Find it on google, stupid, eu to sem saco de linkagens hoje:

Meu Mestre de Música
Taí uma coisa que sempre me interessei muito. Tive diversos mestres de música, mas apenas dois se destacam: meu irmão [que tinha um LP do Airon Maidi] e minha ex, que tinha 250 gb de música, mano. É coisa pra caralho, até hoje eu tento chegar a pelo menos 50 gb [e nunca consegui :(]

Outros mestres: recentemente, a Ari se tornou uma referência de música boa para mim, mas tem muita coisa que ela curte que eu simplesmente abomino. Não dá, meus ouvidos movidos a testosterona não conseguem aceitar aquele ritmo típico da black music, nem da pop music. Raramente aceita um samba. Tirando isso, ela é uma puta referência. Falem com ela quando quiserem indicações de cds temáticos - não é pq é minha namorada que eu puxo o saco, mas a garota é boa nisso.
Estudou a adolescência inteira para tanto e tem bom gosto. Enfins, vão lá; o blog dela tá linkado aí na barra lateral.

Mestre de Relacionamento
Como a maioria dos machos desse Brasil varonil, meu pai. Primeiro, quando vivia bêbado; aprendi que não era daquele jeito que tratava uma mulher. Segundo, quando ficava sóbrio, me ensinava que, para entender uma mulher, você deve ter a mente aberta, disposição para ouvi-la, que flores de vez em quando não matam, algumas dicas de cavalheirismo e principalmente, como conquistar qualquer pessoa na base da conversa. Habilidade útil na hora de se relacionar empresarialmente, mas que ando precisando praticar ultimamente. Enfins, se devo agradecer à apenas uma pessoa por ter me ensinado tanto no trato social, é o véio [lembrando: o cidadão é popular em TODO o Embu das Artes. A porra da cidade é grande pra caralho, mas TODO mundo conheçe ele. Não me pergunte como nem porque]

Mestra Intelectual
Dôna Sônia e sua carga de vida, como a de aturar um marido bêbado, três filhos adolescentes cheios de problemas, um bebe e uma reestruturação social inteira devido ao diabetes que foi descoberto justamente na minha gravidez. A mulher sofreu nos idos de 80, mas aprendeu a arte do raciocínio, principalmente a do masculino: quando um problema lhe atinge, tente identificar a origem dele para cortar o mal pela raiz - e depois cortar e destrinchar TODO o problema.

Entenda como "problema" qualquer coisa que você considere como empecílhio. Desde "sogra" até "Vizinho filho da puta que liga o som no talo às 3 da manhã sem motivo aparente".

Brincadeiras à parte, a véia me ensinou a pensar seguindo a linha de raciocínio Sherloquiana. Ensinou filosofia também, e como aprender a improvisar na cozinha.

Meu Mestre Espiritual
Cabloco Araribóia, Vovó Maria Conga, Doun, Xangô na hora de fazer justiça e no perrengue brabo, Ogun, Iansã e Exu. Sim, todos nomes engraçadinhos e tals, mas são as representações de entidades espíritas que baixavam nos terreiros de umbanda que eu frequentava antes de ver a hipocrisia que reina nessas bandas, e sumir do convívio com esse pessoal. Whatever, baixavam na minha mãe e aconselhavam de uma maneira que a véia nunca conseguiu. Quando passo por uma situação difícil que não consigo resolver sozinho, apelo para um deles. Não que eles apontem a solução e resolva, mas penso que se eu focar neles, faço meu inconsiente trabalhar sozinho e ele resolver o problema. Depois, agradeço aos céus pela ajuda prestada e volto pro plano físico ir tomar cerveja.

Mestre na Cama
O Kamasutra. Como disse a tia do A Vida Secreta, não é pelas imagens eróticas, mas sim pelo registro de como conquistar mulher e de como levar uma vida mais, digamos, voltada ao sexo. Esse livro é o guia para quem quer conquistar geral. Sabe aquele conselho de andar perfumado para atrair o sexo oposto? Tá lá. Sabe o que suas irmãs falavam sobre um homem saber dançar? Tá lá. Sabe aquela história de o cara fazer demonstrações de testosterona e de mostrar o lado feminino e artístico dele? Tá lá também.

Leiam. Recomendo.

Mestre Maior
No momento, nenhum. Passe aqui depois, talvez eu tenha algum para mostrar :P

Penkete

Postado por Guilherme Batista, em 13/10/2008

Nenhum comentário:
Review em breve. As fotos [cliquem para ampliar]:





trocentas coisas que as garotas pensam

Nenhum comentário:
O pessoal do AOE Blogs não se contentou em fazer 39 coisas que as garotas pensam, não se contentou com 39 motivos para fazer o pessoal masculino [isso ME inclui] sofrer ao ver seus conceitos derrubados e escarrados. Não se contentou com a polêmica e o fato de terem tachado a raquel e a bel de putas, baixias, ou qualquer adjetivo que o valha

[bem, eu particularmente só vi as putarias da bel até hoje, mas me recuso a comentar. Tem hora que eu sou pior até, né mesmo?]

Enfins, elas não se contentaram em se jogar na fogueira; resolveram jogar mais ONZE garotas junto. Imagine você, pacato cidadão macho, digno e cumpridor das suas tarefas que as suas bolas lhes trazem, vendo boa parte dos seus conceitos, passados pelo seu pai nordestino cachaceiro, indo por água abaixo.

Imaginaram? Eu cheguei bem perto disso. Como aqui é a internet, ambiente livre e desinibido, vou simplesmente copiar os trechos do texto que mais me importam na caruda e comentar logo a seguir.

Te segura negão, seus conceitos irão por água abaixo:

Mais onze coisas que as garotas pensam

40. Não quer que eu finja? Então faz bem feito!

É fato comprovado: o orgasmo vaginal é mais difícil de se alcançar do que o orgasmo clitoriano. Mais ainda: o orgasmo vaginal costuma ser precedido de um orgasmo clitoriano. Por isso, mais uma vez: uma boa preliminar faz milagres. Quer mais um motivo pra caprichar nas preliminares? Dificilmente vocês atingirão o orgasmo juntos, e já que é assim, seja cavalheiro: damas primeiro! Você não vai se arrepender. Uma mulher que acabou de gozar estará mais excitada e preocupada em retribuir à altura, ao contrário dos homens que depois de gozar não prestam pra muita coisa.
Dani .Doduti.


Por essa eu NUNCA esperaria na minha vida. Conheço a Dodoti de longe, ela geralmente parece ser... meiga. Talvez pelo fato de ser mãe nova e tals. Tomei um choque mais por ter na cabeça que ela tem a imagem de mãe, e ao que sei, minha mãe nunca disse algo parecido para mim.
Só falava para eu não comer galinha estragada sem camisinha, mas isso não vem ao caso.

Bom, eu geralmente prefiro deixar a garota gozar antes. É naquela hora que estamos os dois no quarto, deixo ela pelada e eu fico pelado. Ela olha pra mim e começa a gozar da minha cara.

Pinto pequeno é foda, eu sei.

Agora, deixando de mentira, sempre li que deveríamos ser cavalheiros, damas na frente e o caralho, ou com o caralho. Enfins, acabei desenvolvendo uma técnica para fazer a coisa bem feito, do tipo "segurar orgasmo" mesmo. Não sei se outras pessoas fazem isso, mas eu geralmente dou uma "parada" quando a coisa tá quase lá, pelo menos do meu lado. A namorada fica feliz e agradece por isso :P

43. Sexo é extremamente delicioso e desejável pela mulherada, mas não é sempre prioridade

Que mulher gosta de uma transa das boas ninguém duvida, que sexo é bom ninguém discorda, mas será que a afogada de ganso merece sempre o status de última Coca-Cola do deserto? Transar é bom, mas dependendo do dia prefiro sorvete, Playstation ou kung fu. Ou ficar simplesmente de papo com o cara, nós sabemos que por trás do pinto tem gente, e gente gosta de falar com gente. Em resumo: Sexo é bom, outros prazeres também o são, dependendo do dia até mais e isso não é frigidez ou falta de rendimento da parte do outro.
Luanista, de São Paulo.

Quando mais novo e mimado, eu ficava PUTO por não conseguir trepar no fim de semana. Imagine você, um trabalhador e estudante de faculdade, pobre isento. Uma das únicas diversões que você teria no fim de semana é... sexo. Cerveja você já toma a semana inteira, futebol com os amigos é sempre na quarta, sobra o que pro sábadão?
Pois é. Imaginem a frustação de um cara acostumado a fazer tudo o que queria ;)
Hoje em dia eu CONTINUO tentando trepar ao menos no fim de semana. Mas aprendi que existe uma coisa chamada "preliminar", que faz milagres [e para fins argumentativos, consta na primeira lista das loca]

46. A mulher busca um pai
É um item complicado e sei que não há unanimidade, mas a mulher busca segurança, para ser mais exata, a mulher busca um pai com quem possa trepar. É isso aí. Busca um homem que protege, que está sempre ali para segurá-la. E daí vêm as relações com homens mais velhos, com homens ricos, com homens fortes, porque cada uma tem o seu jeito diferente de sentir segurança; mas no geral, o homem não precisa ser rico, nem velho, nem forte, basta cuidar. Então, você homem que está lendo isso, CUIDE acima de tudo. Pode ser pobre, pode ser adolescente, não importa, cuide da mulher que você tem.
Patrícia C., carioca, 25 anos e me surpreendeu com as idéias que apresentou.

Por isso eu sempre falo em algumas brigas [tipo, todas] com a ari: ela não quer um namorado, quer um pai :P

[a variante desse argumento nas brigas é "PRA PUTA QUE TE PARIU, VOCÊ NÃO QUER UM NAMORADO, QUER UM CACHORRINHO QUE POSSA CONTROLAR" e por aí vai]

Bom, eu tento cuidar. Tento. Dizer que consigo, é um passo gigante. Ari que me desculpe, mas antes eu; depois ela; e o resto por último. Se EU não estiver cuidado, como eu irei cuidar DELA?


47. Cavalheirismo não sai de moda.

Quando a gente fala “pague uma cerveja”, não é o pagar que está em jogo, mas a gentileza; da mesma forma que abrir a porta do carro não é requisito básico, mas é gentil, e você não gasta um tostão. Preciso entrar no senso comum de que mulher adora uma gentileza? Da mesma forma que pagar a conta do jantar é um belo gesto. Sei que seria legal todas as mulheres se oferecerem para dividir, mas assim num primeiro encontro, quando o homem paga a conta, ela se sente especial. E please, sem discursos “blablabla vocês lutam tanto por direitos iguais por que ainda querem que os homens sejam os provedores em tudo, blablaba”. Sei que a luta feminista está aí, mas lembro muito de Al Pacino em “O poderoso chefão” dizendo: “As relações entre homem e mulher nunca vão mudar”. E concordo com ele.
-Patrícia C.

Acho que cavalheirismo é uma questão genética até, vinda desde os tempos da caverna. Mas não to afins de desenvolver essa parte [olha o tamanho desse texto, mano], então vou ser direto: se não somos cavalheiros é porque vocês destrataram tanto no passado que ficamos putos e passamos a tratar vocês na base da porrada.

E admitam, vocês gostam.

Não que eu trate a ari à tapas. No nível que chegamos, só uma olhada já resolve ;). Ademais, eu sempre fui cavalheiro mesmo, menos quando estou meio desligado. Coisa do momento, ou da gostosa peituda que se vê atravessando a rua por aí e tals.
Nenhum comentário:
E o iTunes acabou de se negar a usar os caracteres "t" e "g" do meu teclado


Quase xinguei a dell por um hardware incapaz de aguentar as marteladas que meu modo de digitação "datilógrafo de escritório num dia de mal humor" ¬¬'




Allguém aí sabe o pq o itunes tem bugado tanto? Primeiro, pausa as músicas sozinho, agora, se recusa a aceitar minhas edições nas tags das músicas...

Postado por Guilherme Batista, em 10/10/2008

Nenhum comentário:
Caralho, eu achava que ter um diskman era motivo de status e de se exibir feito um pavão.





Ok, hoje em dia eu acho que um notebook o é, mas catzo, DISKMAN. Estávamos no advendo dos mp3 e eu julgava DISKMAN uma coisa cara. Ah pa puta que pariu
Nenhum comentário:
Álias, lendo esse blog antigo, eu me peguei pensando, sobre o alistamento militar:
"Posição de sentido, descansar, posição de sentido, descansar"

Militares queriam ver o pau duro e descansado em tempo recorde. Só pode.
Nenhum comentário:
Ultimamente estiveram me perguntando pq eu matei o Eddie.
Para quem não sabe, Eddie era o pseudônimo que eu tinha nos idos de 63 do antigo, falecido, morto porém não enterrado trindade. Bem, ideologias RPGistas à parte, esse blog era apenas um blog de um jovenzinho revoltado e fútil, tipo emo, cujas únicas preocupações eram cerveja, sexo e mulher.

Hoje em dia eu sou apenas um revoltado cujas únicas preocupações são cerveja, sexo, mulher e carros. Mudou pra caralho né?

Enfins, perguntaram-me muito nos últimos dias:

-Po, pq tu matou o eddie e o trindade? Eram mó legais

Eis a versão resumida:
-Porque eu quis, caralho.

Agora a completa:

Po, o eddie era apenas uma personificação do meu lado revoltadinho com... deixa eu ver... 16 anos a 19 anos :|

Como deixei de ser revoltado depois disso [ah-hã, vai nessa que deixei], apaguei ele.

Sabe que um dos princípios para um homem ser foda é ele nunca deixar rastros, né [assim o tempo se encarrega de deixar as lembranças boas do homem e tals]? O eddie era um rastro meu, tanto positivo quanto negativo. Uma vez que eu tenha crescido, ele não era mais necessário, pois apenas personificava meu lado fútil e imaturo. Não que eu esteja muito diferente hoje.

Mas ele continua vivinho atendendo pelo nome de "Guilherme" :P. Ou "Gui". Ou "SEU FILHO DE UMA PUTA TAILANDESA ENGULIDORA DE COBRAS!" :D


Enfins, espero sinceramente que a resposta esteje dada, ok? Tem pelo menos 2 anos que o eddie morreu. Finito. The End. Acabou, entenderam?



Agora vão tomar nos seus cus e me encontrem no bar para tomar cerveja, porra.

Sistemas de som

Postado por Guilherme Batista, em 09/10/2008

Nenhum comentário:
Pra que um cidadão pegaria um som 7.1 se ele mal para em casa, e o desktop dele é o notebook de 15'' que ele leva pra todo canto?

Por que nunca se deve embebedar uma mulher para fodê-la

Postado por Guilherme Batista, em 08/10/2008

Nenhum comentário:
Eu vivo dizendo que tenho "mimimi trauminha de mulher muito chapada", certo? Hoje vocês conhecerão o porque:

Uma bela noite [em que meus pais estavam far far away, meu irmão namorando e minhas irmãs tinham acabado de casar] eu escolhi uma garota random por aí, num bar perto de casa, e ficamos conversando. Papo vai, papo vem, ofereci uma espanhola pra menina e ela aceitou.


Depois paguei um whisky. E algumas cervejas, fora a caipirinha de saque.


Nem preciso dizer que a mulé ficou fácil, certo? É contra os escrúpulos de um macho pegar mulher bêbada (ela tem que estar sóbria), mas pro inferno, eu tinha 16 anos, muita testosterona, pouco cérebro e quase nenhuma experiência sexual-afetiva tirando uma namoradinha na época.


Consegui levar a dita cuja pra casa, e já na porta começamos os amassos. Puxa daqui, estica de cá, joga dali e puxa pra lá de novo, deixei a garota pelada [e eu vestido]. Fomos subindo pro quarto [e eu vestido], se pegando em várias paredes [e eu vestido]. e quando finalmente coloco ela na cama, ela senta no meu colo, me abraça fortemente, diz algo beeeem sexy no ouvido, começa a puxar minha camiseta e...






...vomita em mim. E na cama.



Aquela vadia :(
Nenhum comentário:
Impressionante como o ser humano é esquecido, em especial o brasileiro. Pode tá na merda e na depressão que for, na primeira luzinha quente, no primeiro fio de esperança, abre AQUELE sorriso e fica todo esperançoso e começa a fazer mil planos pro futuro.


Tsc. Não estou dizendo para sermos todos depressivos, isso nem é saudável. Mas vamos olhar um pouco para a realidade, cáspeta?
Um comentário:
Foda-se o iPhone, caralho. Isso aqui é Brasil: a rede 3g é falha, cara e limitada. Peguem seus iPhones e enfiem no rabo, cambada de filhos da puta macfags

Top top de músicas para se ouvir em casos de emergência

Nenhum comentário:
O título seria algum "Top X", onde "X = número", mas eu não tenho a menor idéia de quantos itens irão nessa porra

Vou escrever no fluxo de consiência mesmo, no melhor estilo A Casa dos Budas Ditosos, e verei que merda vai dar :)

SE VOCÊ...

...acabou de não passar naquela prova de análise numérica pela 38ª vez, perdeu na megasena ou não consegue arrumar um emprego
Ouça "You Can't Always Get What Your Want", dos Rolling Stones
Não vai te fazer se sentir bem, mas vai servir de apoio emocional, seu emo de merda que não consegue superar uma porra de uma dificuldade sem choramingar nos ombros da namorada

... deu o cu na empresa e foi demitido; ou foi deserdado mesmo, como todo bom filho bastardo...
"Over to You", Black Sabbath. Você se sentirá exatamente como o Ozzy canta na música: "I've my childhood / over to you".
Sua bichinha inútil lambedora de merda.

... tá se sentindo desprotegido
"Pale Shelter" ou "Gimme Shelter". Ouça e tenha a certeza que o mundo lhe odeia e que você vai continuar sem proteção, sua tartaruga sem casco. Precisa de proteção é?
Mulherzinha do caralho

... tá completamente desmemorizado, amnésico, sem porra nenhuma na cabeça
"Who are You?" na lata. Ou nos ouvidos.

Como manter suas roupas como novas

Postado por Guilherme Batista, em 06/10/2008

Nenhum comentário:
Na casa dos meus pais, há um enorme problema no que se refere à lavagem de roupa, em especial, a roupa preta: elas juntam pelos/fios/sei lá que nome se dá para essa porra brancos. Juntam MUITOS, não importa a qualidade do tecido, a marca da roupa ou a fase da lua: botou pra lavar na máquina, ou até mesmo no tanquinho, veja bem minha senhora, TANQUINHO, a roupa preta fica numa cor estranha, quase fruta cor.




DESSE jeito. Uma das minhas camisetas favoritas. Clica pra ver a coisa linda


Eu ficava irritado toda vez que pedia para qualquer membro da minha familia lavar a roupa, e isso acontecia. Veja bem, todos aqui são pessoas práticas, do tipo que resolvem logo a porra do problema para poder ir fazer outra coisa. Lavar roupa nunca foi uma das priori da familia Batista, de forma que simplesmente tacamos a roupa na máquina, uma quantidade que julgamos suficiente de sabão, uma quantidade igual de amaciante de roupas e voialá, ligamos e voialá, roupa limpa. O problema disso é que não somos muito seletivos, então a roupa preta fica desse jeito aí em cima.

Vergonhoso para um cidadão da minha posição. E não há papa bolinhas que resolva isso.



Pois bem, um belo dia estava eu passando minha roupa [as regras da dona da casa: EU LAVO TUA ROUPA E TE DOU COMIDA, SEU VAGABUNDO, TRATE DE PELO MENOS PASSAR ESSA MALDITA ROUPA PRETA QUE EU ODEIO], e vejo três camisetas minhas, essa inclusa, cheias de pelinhos. Como sou adepto de usar uma peça de roupa decente, ao menos SEM pelinhos, tratei de desligar o ferro, olhar pra esses pelinhos por meia hora e gritar de modo bem ameaçador:

SAI DESSA ROUPA QUE NÃO TE PERTENCE!


O resultado disso vocês já podem prever. Um chinelo voou na minha testa, e as malditas bolinhas se recusaram a sair. Tinha constituído família e estavam lá há mais de cinco anos, de forma que puderam tomar o terreno judicialmente por uso capião.
Tentei pegar minhas unhas, álias, esses tocos crescidos a base de melanina que são constantemente roídos, e raspar na roupa. Não adiantou picas nenhuma. Dona Sônia, vendo sua pequena amostra de rascunho do mapa do inferno do avesso escarrado sua cria se fodendo para ganhar uma briga, foi prática:
-Taca fogo nessa porra logo, caraio, ou usa aquela escova para tirar bolinhas.

Bom, eu tenho graves problemas de me desfazer de qualquer coisa que considero minha [pergunta pro meu primeiro teclado. Tá comigo até hoje, desde 1998], então atear flamas na peça estava fora de cogitação. Tentei pegar essa escova, mas o resultado foi o mesmo das unhadas: nenhum.


Então resolvi apelar para o curso de Gerenciamento e Manutenção Predial [Ou: "Treinamento Prático para Zelador"], nos idos de 2005. O que faríamos se quisessemos deixar a maldita parede lisa como uma vagina recém depilada, mesmo após termos aplicado uma lixa 26mm na dita cuja [a parede, não a vagina]? Relixávamos, mas dessa vez com uma lixa mais fina, MUITO mais fina. De 8mm.

Cabe aqui um parentese. Lixas de parede são de diversos tamanhos, de forma que quanto maior seu "mm", maior será a largura das bolinhas que compõem a lixa e mais ineficiente a lixa o é, mas é mais resistente. A lixa de 8mm é a mais fina que conheço, serve para dar aquele acabamento liso em qualquer superfície, desde paredes até adamantium. Só que ela não dura nada: só de olhar pra parede, ela desmancha. Fim do parentese.

Pois bem, de posse dessa informação, eu meditei, disse "oi" para meu orc interno [que respondeu com um sonoro arroto, no qual eu fui chamado de porco pela casa inteira] e fui na oficina de marcenaria do véio pegar uma lixa de 8mm.
Sim, temos uma oficina de marcenaria. Sim, eu lixei as peças, MESMO. Não, elas não rasgaram. Olha a foto aí:

Lisa, do jeito que gosto

A roupa tá inteira e a foto tá uma bosta, mas dá pra perceber o resultado. Então, fica a dica, criançada: a peça de roupa tá com pelinhos? META A LIXA NA MALDITA
Nenhum comentário:
Amanhã meu pau vai estar verde, podre e soltando gosminha pelos orifícios extras.


Sim, abrirão orifícios extras. Tipo "pústulas"
Nenhum comentário:
Recomendação de uso. Blowtex. Não use nem fodendo, álias, nem pra foder. Essa merda deixa seu pau, seus dedos e a buceta da sua garota com cheiro de removedor + látex. E não adianta lavar nem com ácido sufírico. O cheiro entra da pele pro sangue.


Se um dia você tiver que transar, gaste três reais num troço decente. Nunca pegue esse troço, prefira dar a desculpa de ter que levar sua avó no kung fu, mesmo que seja domingo, 8 horas. Não chegue nem perto se você tiver rinite alérgica. O cheiro forte dessa porra [SEM TROCADILHOS, CARALHO] vai te fazer espirrar feito um filho da puta, mesmo estando no bem bom.




Por isso não troco a Olla por nada. Nego pode reclamar, xingar, falar o que quiser: a marca nunca me deu dor de cabeça. Nem dor na cabeça.
Nenhum comentário:
Nerds, otakus, geeks, blogueiros e todo pessoal elitista: enfiem seus conceitos no rabo.

Postado por Guilherme Batista, em 04/10/2008

Nenhum comentário:
Agora enfiem a Caroline Miranda e sua hipocrisia no cu.





Mas parem na hora que começar a doer

Ih, travou

Nenhum comentário:
Mano, travou


É como eu falei pra ari: fechou contrato, vai ter que dar.

Como disseram nos comentários: esse vídeo tem uma das frases mais hilárias

Postado por Guilherme Batista, em 03/10/2008

Nenhum comentário:
_g | exibido, eu? disse:
depositar qq quantia?
ok
deposito -18 reais na sua conta
:)
Ane (X) diz:
opa! obrigada!
_g | exibido, eu? diz:
pra que esse depósito mesmo?
Ane (X) diz:
p/ eu ir p/ as raves! o/
_g | exibido, eu? diz:
que tal se você chegar nos organizadores das raves
e dizer que você consegue convencer 150 pessoas a irem nas raves? Aí eles pagam você e vc entra nelas de graça
{ou bebe de graça, nunca fui numa rave para saber como é a porra toda}
Ane (X) diz:
quem me dera se fosse fácil assim
_g | exibido, eu? diz:
fácil eu sei qeu não é
mas se tudo no mundo fosse fácil, tu não levava no mínimo 7 meses para ficar desenvolvida e não usariámos a expressão "isso foi um parto" para expressar algo difícil
[filosófico não?]
Ane (X) diz:
tudo bem que arrumo uma galera boa p/ ir.. mas não tanto assim
_g | exibido, eu? diz:
vc tá no rio, não?
pegue uma arma e convença as pessoas
até parece que não conheçe o estado que mora, cacete

Da ousadia

Postado por Guilherme Batista, em 02/10/2008

Um comentário:
Estava eu pensando agora cá com meus butões em quanto a ousadia faz as coisas acontecerem. No quanto as pessoas ousadas se fodem - mas se divertem, e no quanto elas se dão bem. Geralmente no fim das contas, o "se dar bem" sempre prevalece [prevalesce? Não to com a ousadia de olhar no google] sobre o "se foder"


Vejamos: meu emprego atual. Eu devo à ousadia de ter aberto o gtalk num dia random, visto um cara com os dizeres: 'Alguém de Action Script?' e ter respondido: "Action? PEGAEL! Só não manjo de .NET, mas posso fazer café, serve?"

Sim, fui na cara de pau e coragem, já que não tinha o que perder mesmo.


Outro exemplo de ousadia: a ari. SE eu não tivesse tido a cara de pau de zoar o artista favorito dela numa comunidade há um ano e pouco atrás, E ainda tivesse mandado scrap, provavelmente eu estaria solteiro hoje - ou sei lá em que estado eu estaria. Talvez morto, talvez em outro estado, enfins. Não gosto de ficar olhando pro que eu poderia ter sido =P.


Um dos casos de ousadia que me fez pensar nesse post foi quando eu estava com 16 anos. Pense num moleque metido a valente. Arrogante. Muito ousado. Eu era do tipo que mandava meu chefe ir se foder no meio da contagem do inventário - e olha que eu era recém contratado. Talvez por isso eu tenha durado tão pouco no primeiro emprego, mas enfins, voltando ao foco, o caso foi que um dia, eu e o brother estávamos voltando da laburta diária, juntos - trampávamos na mesma empresa meia tijela de fundo de quintal. Eis que no busão entra A_GATA, daquelas que causou uns 12 torcicolos de tanto que neguinho virou o pescoço. Passou olhando pra gente e seguiu pro lugar de sua preferência. E ficou secando a gente.

Fosse hoje em dia eu teria feito coisas diferentes, mas na época eu já tinha namorada e era muito, muito ingênuo. TOdo caso, meu irmão teve a idéia de oferecer uma balinha para a garota. Eu falei para ele ir com toda a força que eu estaria ali apoiando - ou rindo da cara dele, prevendo o puta fora que ele tomaria.

[Vamos deixar claro: ele é um nerd com pouca habilidade social e sem nenhum talento para entender sarcásmo]

Ele ficou bolado e resolveu passar a responsa de entregar a balinha pra loiraça ao irmão mais novo. Loiras nunca fizeram muito meu tipo, acho meio... falso. Prefiro as morenas de cabelos encaracolados, mas isso não vem ao caso. Pois bem, ele incubiu a tarefa à minha pessoa, e de quebra botou vinte conto na minha mão se eu executasse bem a tarefa.


Certo. Levantei, cheguei na menina, disse oi e entreguei a bala na mão dela. Virei e voltei ao lugar. Faturei vinte conto, o que na época era importante para mim - se fosse hoje em dia, eu teria aplicado um ousado e arrematador xaveco, do tipo "Pegar ônibus azeda a vida, use esta balinha para deixá-la mais doce".


Falível, mas foda-se. Garanto que só pela ousadia de ter agido assim eu teria faturado a gata.



Até hoje, todas as vezes que fui ousado me dei bem. Só em UMA que me fodi, e nem podemos considerar tanta ousadia assim: disse "eu te amo" para uma mina num cinema na gana de comer ela. Não garanto que tenha dado certo, mas me deu uma brusca dor de cabeça por alguns meses seguintes - não por ela ter caído na coisa, mas por outros motivos. Enfins, vocês conhecem a porra da história toda e eu não to afim de citar nomes.

Não tenho mais essa ousadia toda.
Nenhum comentário:
Fotos de arte no café: link esquisito para um site em russo


Ao menos aprendi a escrever "café" em cirílico

Como animar seus amigos via msn

Postado por Guilherme Batista, em 01/10/2008

Nenhum comentário:
Gio diz:
desculpe
é q tô num momento mimimi
_g | cínico, eu? diz:
hm
quer falar sobre isso?
.. não, não quer
deixe de frescura e vá encher a cara, mulher

Gio diz:
é a mesma coisa de hoje a tarde

_g | cínico, eu? diz:
aí vc aproveita e conhece um cara lindo e gostoso
então pegue o com força e jogue o na parede

Gio diz:
que me veja com um buraco

_g | cínico, eu? diz:
aí vc tira fotos e manda pro seu casinho mimimi (6)
na verdade ele te ve como um buraco
não com um
mas é só para vc tirar as fotos

Gio diz:
hahhaha
q isso?
vou alugar um cara?

_g | cínico, eu? diz:
tire as fotos
e manda pro cara que te faz sofrer
"olha, eu prefiro ELE a você"
sim
pessoas assim são estúpidas
merecem ser manipuladas
fato

Gio diz:
eu não tenho capacidade pra descolar um cara muito lindo

_g | cínico, eu? diz:
tem sim

Gio diz:
nem coragem de pagar um

_g | cínico, eu? diz:
é só botar um decote mais ousado
ousadia
é isso que a maioria aparenta não ter
seja ousada e 'mude a marcha' de um cara
ele vai ficar com você não importa a sua beleza

Gio diz:
oooooe?

_g | cínico, eu? diz:
[animador pra caralho eu não?]

Gio diz:
mude a marcha?
o.O
carai

_g | cínico, eu? diz:
eeeé

Gio diz:
é o q eu tô pensando?
medo de vc

_g | cínico, eu? diz:
vc quer MESMO que eu explique usando meu vocabulário de sempre?

Gio diz:
sim

_g | cínico, eu? diz:
ok
pegue no pau dele

Gio diz:
não dá
hahahhahahaha
vc é foda

_g | cínico, eu? diz:
claro que dá
vc vai pegar com a mão
não com a boca ou com o nariz cacete

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados