Publicidade

Acesso rápido

Segura o tchan. Amarra, o tchan. Segura o tchan tchan tchan

Postado por Guilherme Batista, em 18/05/2010

Um comentário:
Estava eu sem nada para fazer nessa madrugada de segunda para terça quando lembrei da poesia que embalou muitos adolescentes na década de 90. É essa aqui:

"pau que nasce torto / nunca se endireita
a menina que requebra / MÃE/ pega na cabeça

Seguuuura o tchan /  amarra, o tchan / segura o tchan tchan tchan tchan"



Imagina um buda cantando isso então?

Ficaria engraçado, pensei. Então resolvi mandar essa porra pros meus amigos que estavam online no msn:





Então resolvi fazer uma pequena promoção na bagaça aqui, com fins apelativos e me declarar publicamente o gordinho chato que pagava lanche pra todo mundo.

Negócio é o seguinte: vou sortear 3 pendrives de 8gb.
8 gb, mano. É praticamente a backup das minhas músicas favoritadas no momento + meus trampos + um monte de fonte tipográfica que eu tenho aqui + counter strike portable + need for speed portable + red alert 2 + photoshop cs4 portable
Ou seja, muita, muita coisa.

Para participar é muito simples: envie essa mensagem aqui:

"outro dia ouvi um música e lembrei de você
 ela é assim:
 "pau que nasce torto / nunca se endireita
a menina que requebra / MÃE/ pega na cabeça

Seguuuura o tchan /  amarra, o tchan / segura o tchan tchan tchan tchan"

cantada em ritmo erudito, diga-se"

Para qualquer pessoa que estiver online no seu msn. Então você espera te responderem, tira o print e manda para batista.guilherme@gmail.com
Simples, né?
Os 3 melhores prints irão receber um pendrive desses, na faixa, com custos de entrega bancados por mim. E se for o caso, eu entrego na sua mão para você testar o troço!

O sorteio vai ser feito dia 24/5 e o resultado sai no dia 25/5.
Você pode concorrer com quantos prints quiser, mas eu vou escolher apenas aquele mais original seu, entendeu? E depois, escolher os 3 mais originais entre os mais originais, certo?







Simples, não?
entonces, boa sorte o/


Guilherme está rindo de muitas respostas até agora

Dos exageros

Postado por Guilherme Batista, em 09/05/2010

Um comentário:
Sou um reacionário e costumo odiar muita coisa, a ponto de isso se tornar uma úlcera ou, pior, uma gastrite seguida de influxo mental. É um exagero meu, e a ironia das ironias: eu odeio exageros.





Exageros de qualquer tipo. Dos mais sofisticados (como o terrorista que explode prédios por uma causa) até os mais simples (como o bando de gado que torce feeeervorosamente para um time de futebol). Exemplos práticos de exagero aplicado no seu dia a dia:

a)O preço do combustível, pra começar.
b)Hamburguer de padaria pseudo-classe-alta. Tu chega numa porra dessas para tomar um café da manhã, pede um cheeseburger e vem aquele combo básico: pão, carne grossa e bem processada e 2kgs de queijo mussarela transbordando do pão.
Pra que isso, eu me pergunto. Aí olho o preço dessa merda e tenho a explicação. Querem justificar a porra do preço caro e completamente desnecessário com algo realmente nojento. Não sei vocês, mas eu fico com extremo nojo toda vez que vejo isso acontecer.
c)Filmes exagerados. Não basta a merda do filme ser feita em uma tecnologia COMPLETAMENTE supérfula, cara e doentia de tão imbecil, o preço dessa merda é 3x maior que o de uma entrada normal.
Pra não falar que o filme fala mais de 2 horas de ambientalismo. Deveríamos ter parado com os robos assasinos vindos do futuro.
d)Trânsito, De qualquer tipo. Você faz um esforço de boa vontade e simplesmente tem que ficar horas a fio em um trânsito lotado de gente que aparenta ter tirado a carta em Embu, ou pior, comprado a dita cuja por lá. Ou, pior ainda, você anda no metro e todo mundo anda junto, te arrancando de onde quer que você esteja e te levando no fluxo deles.
Por essas e outras que eu grito: "É POR ISSO QUE O PORTE DE ARMAS É PROIBIDO NO BRASIL".
e)Excesso de trabalho nem se fala né?

Só me pergunto porque diabos eu não vejo esse monte de excessos na minha conta.


Guilherme se sente bem

3 blogueiros típicos que a web 2.0 fez o favor de parir

Postado por Guilherme Batista, em 07/05/2010

Nenhum comentário:
É impressionante como tem blogueiro "gerador de conteúdo original" que eu vejo por aí, com uns índices de acesso que me fazem ter certeza daquela frase: "Toda unanimidade é burra"

Eu nunca vi um grupinho tão igual (e com um umbigo tão grande) quanto os blogueiros da umbigosfera. Superam até os adolescentes que, de tanto quererem ser diferentes, ficam igualzinho seus pais:


O estrelinha
Normalmente é aquele menino de apartamento criado pela avó. Ou de campinas mesmo, ou qualquer cidade do interior. Fez algum sucesso na vida, sentou na carne seca e acha que isso já tá de bom tamanho, agora pode viver da fama. E ai se você criticar qualquer pensamento dele, ele vai simplesmente te bloquear no twitter.
É. Sério. Puta falta de sacanagem meu. Se for mulher costuma ser mais nojento, pois o estrelato sobe à cabeça foda, ainda mais com os gordos estrelinhas pagando punheta pra elas.




O gado
O estrelinha ainda consegue ser melhor que alguns: normalmente ele faz um conteúdo original, sendo ele, enquanto pessoa, nojento e desprezível.
O gado costuma ser bem pior. Ele nunca cria conteúdo original, sempre copia, segue o padrão dos outros blogs: segunda é dia de chupar rola e contar como foi, terça é dia de punhetar os outros e contar como foi, quarta é dia de fazer a chuca e contar como foi, quinta é dia de dar aquela cavalgada esperta em manjubas de ébano e contar como foi, sexta é dia de liberar a rosca e fazer selo hermético (e contar como foi)... Todo mundo como gado, igualzinho aquele bando de cabeças fedorentas que andam na estação da Sé e fazem tudo igual também, ou pior, na Central do Brasil.

O "lifestyloso"Filho da puta nasceu ontem e já acha que entende  de estilo de vida. É notável a arrogância de tamanha putaria ególatra. Só tem salvação quando faz a coisa coletiva: sempre pinta algo de bom, mas a maioria é algo como "falo merda demais". Exemplo disso é o Papo de Homem: outro dia eu perguntei algo para um dos filósofos de lá e a resposta foi: "Ah, para saber pegar uma mulher vc já nasce sabendo, é como escovar os dentes".
Claro que eu ainda me lembro do dia que me minha irmã pegou uma escova de dentes e me ensinou a fazer uma profalaxia dentária.


Eu não percebi nenhum da umbigosfera que ficasse de fora dessas aí


Guilherme se sente bem

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados