Publicidade

Acesso rápido

Joga tudo na nuvem...

Postado por Guilherme Batista, em 24/04/2011

Nenhum comentário:
Adoro tecnologias novas. Como todo geek, sou quase um early-adopter de qualquer baboseira legal que saia por aí. Em muitos casos eu me dei bem (Skype, Dropbox, GPS do celular...), em outras me dei mal (Internet 3G assim que ela saiu no Brasil, lembram?), mas fui aprendendo.

O truque principal é segurar o impulso de sair pegando as primeiras porcarias que aparecerem. Demorei, sei lá, uns 2 anos pra ter meu primeiro iPhone e outros 2 para ter o atual. Acho que irei demorar uns 10 pra ter um iPad e por aí vai.


Mas me preocupa mesmo é essa história de "nuvem". Hds na "nuvem". Servidores virtuais criados na "nuvem". Processadores de texto "nuvem". Seu cafezinho pós almoço na "nuvem". Um serviço metafórico (pq, né, se for ver o conceito disso, saporra existe desde que surgiu o protocolo ftp e o escambau) usando um espaço virtual expansível cujo limite é o hardware, mas hardware este com muita redundância para evitar a perda de dados. É, nem eu entendi isso direito ainda.

É uma solução ótima? Claro. É muito bom sob muitos aspectos. Por exemplo, o Dropbox. Simplesmente é um HD virtual armazenando tudo na nuvem, e só. Só que eles liberaram APIs para usarem esse serviço, então surgiram diversos outros serviços usando ele. Só pro iphone eu posso citar 4: o próprio dropbox (que em parte tira a dependência do iTunes para fazer backup), o Droplist (que faz listas de To-do e salva no dropbox), o Notesy (editor de texto)  e o cBackup (que salva seus contatos... adivinha aonde? :D ). Um espaço expansível no qual eu simplesmente não me preocupo. E de quebra, tenho todos esses dados copiados em qualquer computador que eu permitir isso, no mundo.

Só que tem um ponto fraco, o calcanhar de aquiles: conexão com a internet. Puxe um cabo, desligue o wi-fi, tire o chip do celular, ou, como é comum no Brasil, fique sem conexão e sem atendimento nenhum. Cabou dropbox, o máximo que você pode fazer é usar os arquivos que estã salvos localmente no cliente dele (e olhe lá). E o problema não é só no Brasil: os servidores da Amazon tem tido problemas recentemente, afetando milhares de sites ao redor do globo.




Ao meu ver, no mundo, enquanto não existir uma conexão com a internet 100% confiável, a solução é andarmos com nossos pendrives a tiracolo, ou no caso dos mais abastados, com iPads


Guilherme se sente bem

Após meses de silêncio, eis que eu cuspo minha habitual metralhadora verborrágica

Postado por Guilherme Batista, em 07/04/2011

Um comentário:
Comecei num trampo novo. Naquela tal emissora ligada a igreja evangélica, ou sei lá que raio de religião eles estão supostamente ligados.
Só sei que religião ali não tem peso nenhum. Visão política, puxa saquismo, fanatismo por qualquer outra besteira tem, mas religião não.

Isso e o fato de meu pagamento cair no dia certo agora, o que foi a única razão de eu sair de meu emprego anterior. Sim, eu sou um mercenário e nunca escondi isso - ao menos minha consiência está livre nesse sentido.

Foda é que eu trabalho em um horário que eu não queria, das 11 da manhã às 7 da noite. Preferia, sei lá, das 2 da tarde às 10 da noite.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Falando em emprego novo, percebi uma coisa: bola murcha existe em todo lugar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bateram no meu carro, o cara não quis assumir a culpa (como DIABOS eu faço a LATERAL TRASEIRA do meu carro bater NA FRENTE da do cidadão eu não sei...), a seguradora fez perícia e disse que não ia pagar e o que o cidadão faz?
Vem bater na porta de casa querendo sair na porrada pra ver se convence a gente forçar a seguradora pra consertar o carro dele. História complicada e tals. Ah, e o cara tem histórico de agressão a policiais e porte de drogas.

Aí você vê o tipo de gente que cruza meu caminho.

Sabe como ela termina? Com ele perdendo uma orelha a dentadas (e com posteriores inflamações, pq ao invés de correr no pronto socorro, foi qeurer fazer B.O. né...) mas pelo menos ganhando o carro de novo.
Deus proteja a visão desse filho da puta, pq se ele tiver que usar óculos, está fudido. :)

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ao menos meu carro ficou inteiro. Tá como novo (l)

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dia desses minha namorada se envolveu numa treta envolvendo uma amiga dela (doravante "DADEIRA"), voltou a falar e curiosamente, foi na mesma semana que anunciamos que estaríamos de carro.
Andar no meu carro todo mundo quer. Dar o rabo pra mim, ninguém.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Estou limando amizades. Choramingou muito da vida eu chuto pra longe. O problema é a falta de foco: gasta-se energia demais reclamando e não resolvendo problemas.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
FINALMENTE consegui os sapatênis que tanto queria. Com fecho de velcro, sola de silicone, acabemento em couro... o tesão bucetístico em forma de vestimenta para pés

Nunca mais abaixar pra amarrar cardarços. NEVER. AGAIN.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E por hoje é só p-p-pp-p-p-p-p-p-pessoal


Guilherme se sente bem, ainda mais agora que está re-motorizado de novo.

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados