Publicidade

Acesso rápido

3 blogueiros típicos que a web 2.0 fez o favor de parir

Postado por Guilherme Batista, em 07/05/2010

É impressionante como tem blogueiro "gerador de conteúdo original" que eu vejo por aí, com uns índices de acesso que me fazem ter certeza daquela frase: "Toda unanimidade é burra"

Eu nunca vi um grupinho tão igual (e com um umbigo tão grande) quanto os blogueiros da umbigosfera. Superam até os adolescentes que, de tanto quererem ser diferentes, ficam igualzinho seus pais:


O estrelinha
Normalmente é aquele menino de apartamento criado pela avó. Ou de campinas mesmo, ou qualquer cidade do interior. Fez algum sucesso na vida, sentou na carne seca e acha que isso já tá de bom tamanho, agora pode viver da fama. E ai se você criticar qualquer pensamento dele, ele vai simplesmente te bloquear no twitter.
É. Sério. Puta falta de sacanagem meu. Se for mulher costuma ser mais nojento, pois o estrelato sobe à cabeça foda, ainda mais com os gordos estrelinhas pagando punheta pra elas.




O gado
O estrelinha ainda consegue ser melhor que alguns: normalmente ele faz um conteúdo original, sendo ele, enquanto pessoa, nojento e desprezível.
O gado costuma ser bem pior. Ele nunca cria conteúdo original, sempre copia, segue o padrão dos outros blogs: segunda é dia de chupar rola e contar como foi, terça é dia de punhetar os outros e contar como foi, quarta é dia de fazer a chuca e contar como foi, quinta é dia de dar aquela cavalgada esperta em manjubas de ébano e contar como foi, sexta é dia de liberar a rosca e fazer selo hermético (e contar como foi)... Todo mundo como gado, igualzinho aquele bando de cabeças fedorentas que andam na estação da Sé e fazem tudo igual também, ou pior, na Central do Brasil.

O "lifestyloso"Filho da puta nasceu ontem e já acha que entende  de estilo de vida. É notável a arrogância de tamanha putaria ególatra. Só tem salvação quando faz a coisa coletiva: sempre pinta algo de bom, mas a maioria é algo como "falo merda demais". Exemplo disso é o Papo de Homem: outro dia eu perguntei algo para um dos filósofos de lá e a resposta foi: "Ah, para saber pegar uma mulher vc já nasce sabendo, é como escovar os dentes".
Claro que eu ainda me lembro do dia que me minha irmã pegou uma escova de dentes e me ensinou a fazer uma profalaxia dentária.


Eu não percebi nenhum da umbigosfera que ficasse de fora dessas aí


Guilherme se sente bem

Nenhum comentário:

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados