Publicidade

Acesso rápido

Traumas familiriares simplesmente destróem sua imagem dos seus parentes

Postado por Guilherme Batista, em 21/01/2010

Meus pais tem uma série de traumas que eu simplesmente não entendo como eles conseguiram viver até hoje com o troço:

1)Meu pai tem medo do escuro. Medo não, PAVOR mesmo, daqueles que fazem ele correr de verdade (isso tendo 60 anos, ser muito míope e viver numa casa cheia de escadas - e já mencionei que ele dorme nos quartos da parte de cima da casa?). É um mistério o porque disso, dado que o homem vive breaco e em 90% do tempo, está apagado

2)Ele também tem medo de... formigas. E eu achava que meu medo de taturanas era algo patológico. Fala sério mano, medo de formigas?
Formigas não caem em cima de você e te dão urticária (ou hemorragia, depende) se você der um tabefe em uma. Experimenta fazer a mesma coisa em uma taturana, daquelas peludas, e de preferência, de cores vibrantes. Daê quando tu sair do hospital você me conta o resultado.

3)Minha mãe tem medo de qualquer coisa que ande a mais de 40km/h. Isso inclui ônibus, trens, metros, aviões, o filho mais velho descendo a rua de carrinho de rolimã, o mais novo empinando uma bicicleta, a neta de patins e o carro próprio. Isso porque ele é um Corsa 96 todo fodido que, pra chegar a 20km, você tem que estar na quarta marcha, e na serra de ubatuba.

4)Meu irmão tem medo de eletricidade. E o impressionante aqui é que ele mexe com elétrica e eletrônicos como ninguém. Pior ainda, como somos interioranos, logo, autossuficientes, foi ele quem refez toda a fiação da casa.

5)Minha irmã mais velha (praticamente a primogênita, se essa palavra existisse) tem medo de... biquinis. E de qualquer coisa com mais de 4 patas e um exoesqueleto (leia como "insetos de casca dura"), mas PELO MENOS essa tem explicação: a moça é alérgica a uma substância da picada deles...

6)Já a minha segunda irmã, mãe de 3 filhas, tem medo irracional de... agulhas.
Isso pq ela é filha de enfermeira e tem todas as vacinas em dia, já que dona mãe vistoria a carteira de vacinação dos filhos e praticamente arranca nossas orelhas se alguma atrasar.

7)O meu cachorro tem medo de qualquer coisa que encoste nele. É sério.

8)Eu tenho um primo meio retardado que tem medo de pinheiros. PINHEIROS, aquela árvore que dá pinha, saca? Ninguém sabe o porque disso, mas provavelmente deve ter algo relacionado com aquele epsódio em que, diz ele, eu o joguei de um pinheiro que tinha na casa dos pais, e o coitado se esborrachou no chão.
Claro que o fato dele pesar 200kgs na época, o galho ser fino E eu não ter conseguido segurar a baleinha na hora que o galho quebrou não contam. A culpa sempre tem que ser minha...

9)Já eu tenho medo apenas de taturanas, essas coisinhas nojentas que merecem ser incineradas.
Mas de longe, que algumas cospem ácido nos olhos e tals.







Guilherme se sente bem



Nenhum comentário:

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados