Publicidade

Acesso rápido

Impressões gastronômicas

Postado por Guilherme Batista, em 10/09/2008

Raramente eu posto com a fome excessiva que estou - e após ter uma séria conversa em família sobre quem ia pagar a maldita conta telefonica - eu fiquei com mais fome ainda.

Em suma, to achando esse notebook apetitoso, só de sentir o cheiro da placa lógica dele enviando informações para o processador... hmmm...
Enfins, o fato é que eu ter estado com fome me fez lembrar de uma série de posts que deveria ter feito há alguns meses atrás, sobre restaurantes.
A fome e o fato do Serjones ter feito uma série de posts referentes as opiniões do Julinho sobre uma série de lugares que ele vai.

Fazer o que? Sou influenciável mesmo, oras. Todo caso, vamos ao primeiro post da série. Não vou tratar de restaurantes finos e sofisticados que já fui - na boa, eu tenho nojo de lugar assim. Por mais classe que a Ariane enfie na minha goela abaixo, eu simplesmente não gosto destes lugares. Vou tratar especificamente dos restaurantes mais frequentados pela hype moderna, esse pessoalzinho aê que gosta de ir em Starbucks, Burgers Kings, McDonalds, Bobs e outros lugares cuja comida geralmente é industrializada.


Foda-se o sistema, LOL :D



Acredito que os itens para se ter uma boa impressão gastronômica são os seguintes: Higiene [temos moscas no local? :S], Atendimento [lembraram de falar "Olá, senhor"?], Sensações[sentiu o cheiro bom da coisa, hã?], Gosto[é a parte principal, certo?], e Finalização [sobremesa e cafezinho são bons e todo mundo gosta, right?]. Chega de blablabla:



McDonalds
Todo mundo fala mal pra caralho, mas muita gente já foi lá, certo? É um dos ícones do império capitalista, cobra preços absurdos, não dá o menor desconto quando você tira alguns ingredientes do lanche, como aquela cebola grossa pra caralho do nº2 [coisa que o Burger King faz, diga-se] e a batata vem com tanto salitro que minha pressão sobe só de olhar praquilo.

E olha que eu nem tenho pressão alta ainda.

Apesar disso, todo mundo vai no momento em que a fome aperta e falta algum lugar em mente. Todo caso, agora você vai falar mal com embasamento, seu inculto!

Higiene
Disso não dá pra negar: a comida é podre, mas os lugares são limpinhos. E depois que houveram uma série de reclamações sobre a higiene do lugar, TODOS ali passaram a usar aquela touca de renda para segurar fios de cabelo.
Se esqueceram de protetor de olhos e das máscaras para não respirarem na comida, mas tudo bem. Quem come aquele churrascão grego fetio no meio da rua tá acostumado já.

As mesas são sempre limpas, e apenas uma vez eu vi uma mesa toda melecada. Mas foi porque algum filho da puta tinha vomitado ali, então darei um desconto para a equipe de limpeza.

Atendimento
É uma das piores coisas que existe no Mc. Quando a atendente não te ouve, ela finge que não entendeu o que você quer:

-Eu quero um McNuggets com meia, molho barbecue.
-UM CHICKEN COM COCA GRANDE!

Eu tive vontade de socar a cabeça da atendente e perguntar se ela tinha titica de galinha na cabeça. Cheguei a botar a mão no balcão, mas a única coisa que saiu foi:
-EU PEDI UM NUGGETS DE MEIA DÚZIA E UM MOLHO BARBECUE, ENTENDEU?
O restaurante inteiro olhou a indiscrição, mas foda-se. Se fosse para ser discreto eu teria dito "por favor"

Afora a má vontade dos atendentes, os gerentes parecem piores. Toda vez que digo que algum atendente errou, alguma gerente suspira e me olha com aquele olhar de "seu verme :@"

Sensações
As sensações são as melhores. Desde a sensação de comparar a foto do poster com o seu sanduíche até na hora que você dá a primeira dentada em algo. O tempo todo você se sente enganado, e o pior: tu pagou no mínimo uns 5 conto pelo lanche.
E aquele x-sanduba no largo da batata custava 2 reais e tinha mais sabor, disso você tem certeza.

Já falei que você se sente enganado o tempo todo?

Tem um estudo que diz que, não importa o quanto você se controle, você baba na hora de morder o McSanduba - devido ao cheiro da bagaça. Bom, o cheiro é algo realmente bom, mas fica só nisso. Os temperos estão deveras batidos, álias, são industrializados demais

Fora o já citado salitro da batata frita. Sério, teve épocas que eu pedia aquilo sem sal, de TANTO SAL que eles botam naquela porra. O medo de ter uma hipertensão me assombra até hoje toda vez que passo na frente desses porras.

Gosto
AHEUAHEAUEHUAEHUEHUAEHAU isso não existe nesse restaurante. A salada é murcha, junto com a batata-tenha-uma-hipertensão. O pão, idem. E a carne ibdem. Só os molhos são bons, mas isso você consegue comprar em qualquer lojinha de esquina. Nem os nuggets tem mais o sabor de crocante.
Em suma, só vá para gastar seu rico dinheirinho.

Finalização
Bem que podia ter um café ou um sorvete pelo menos para salvar e valer o preço. Mas esses itens são cobrados à parte. O sorvete deles ainda se salva: sorvete é bom e todo mundo gosta. Agora, o café... além de ser de uma marca genérica qualquer, não adoça nem fodendo e costuma ser mais claro que aquele teu primo albino. Horrível, não recomendo nem aos meus piores inimigos.


Mentira, recomendo sim, mas antes deixa eu botar uma dose de arsênico2 na xícara...



Em suma, por favor, nunca mais na sua vida vá a esse maldito restaurante. Já foi muito bom, mas hoje em dia?

Nenhum comentário:

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados