Publicidade

Acesso rápido

Mercado punhetístico

Postado por Guilherme Batista, em 19/05/2015

Existe todo um mercado punhetístico gourmet de alto nível para qualquer merda hoje em dia, não? Parece que tudo é gourmet. E nem falo tanto assim das comidas - um HAMBURGUER de rua sendo vendido como gourmet? HAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHA

.
Café? Temos a Nespresso, para ficar no básico, com aquelas capsulas e saches (camisinhas de café?), todas feitas de algum ingrediente místico e inalcançável* para os padrões normais.

Cachorro? Tem até ossinho gourmet (???) para vira latas (!!!) e roupinhas feitas do tecido de bicho de seda romena. Eu não usaria uma roupa feita por taturanas gourmet, because, TATURANAS, que dirá colocar uma porra dessas no meu cachorro.

Tecnologia? As MacCoisas, iCoisas e sei lá mais o que inventarem, todas feitas de alumínio ionizado espacial e tecnologia de ponta. Pra que raios eu vou querer um computador feito de nave espacial, eu não sei. Vai que dá a louca, e eu resolvo que vou usar o notebook no vácuo infinito, não?
Sem contar que o hardware é defasado e tudo mais.

Livros? "Olha temos esses marcadores bonitinhos do Harry Porco e sua trupe feitos de papelão de alta densidade e 100% ecológico". Continua sendo uma porra de uma tira de PAPELÃO, que vai desmanchar no primeiro espirro, mas é 100% ecológico - o equivalente eco-chato do gourmet - e por isso você pode cobrar R$80 por cada marcador. Eu não pago R$80 numa camiseta, que dirá numa porra de um marcador. Para não falar das edições especiais com tratamento especial, cobrados a preços exorbitantes, e que no fim das contas, é uma capa dura com glitter.

Todo mundo quer ser gourmet hoje em dia, ah se foder. E o pior é ter gente que compra

*aí você vai ver e é sangue de virgens. Mas virgens de Liechtenstein, que são mais gourmet que as virgens de, sei lá, Osasco.

Nenhum comentário:

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados