Publicidade

Acesso rápido

Html 5? Morte do flash? Ah, poupem-me

Postado por Guilherme Batista, em 02/02/2010

Eu sou terrivelmente suspeito para falar (bem) de Flash, dado que trabalho e ganho a vida com ele.
Mas nem por isso deixo de reconhecer os defeitos da ferramenta, ao menos do lado do desenvolvedor (como por exemplo, ser uma bosta trabalhar com tabelas dentro dele, ou quiçá trampar com XML - mesmo com trocentas atualizações E com o AS3, o flash CONTINUA uma merda pra trabalhar com XML se comparado a outras linguagens como Java ou C#)

Entretanto, se tem uma coisa que qualquer um, REALMENTE PROFISSIONAL desse meio ingrato de internet e similares sabe é que, em matéria de multimídia, o flash mata a pau. O streaming de áudio/vídeo dele é muito, muuuito melhor que qualquer streaming normal (e nem depende do servidor, só da conexão). As opções dele em matéria de animações dinâmicas (e estou falando de HOTSITES mesmo, ou ações feitas com ele) e interação com outras ferramentas são as melhores que conheço até hoje. Em matéria de processamento, ele supera Java, Javascritp, C# e só não bateu o HTML ainda porque html é apenas uma marcação, e não uma programação. Notou a diferença SUTIL?


Enfins, prossigamos.

Tudo o que eu leio de outros profissionais decretando a morte do flash é, num contexto maior, em relação ao uso (abusivo) da ferramenta em... MENUS e VÍDEO. Nego tem orgasmos de 50 minutos só de ler que o "HTML5 vai matar o flash" "Flash vai morrer" "Flash vai ser trocado pelo HTML5 \o/" "TIM BURTON GOZA NA MINHA CARA HTML5RSRSRSRSR".

E tudo o que eu consigo ver aí é mera... desinformação. Quando sites em flash eram coqueluxe (e ainda são tidos para alguns), nego simplesmente tentou baixar a ferramenta da Adobe, leu meia dúzia de tutoriais e achou que iria sair arrasando em ActionScript (linguagem de programação nativa do flash) e criar sites matadores. Daê chegava pro cliente todo pimpão, falava que ia fazer em flash e, na hora H, via que a ferramenta não é tão simples assim, e, afinal, nada é tão simples quanto parece.

Por pura incompetência de pensar, resolvem taxar a ferramenta de maligna, cruel, câncer da internet e blablablablablabla. Claro, a ferramenta é RUIM PRA CARALHO, NÉ?, nunca o programador.
A principal reclamação que eu vejo em relação ao flash é porque temos milhaaaaaares de programadores fanáticos em JAVASCRIPT que veêm meia dúzia de menus em flash e acham que a ferramenta é o câncer da internet. Francamente... Tem que ser muito burro pra imaginar que algo que custa mais de 500 dólares vá servir apenas para "fazer menu e vídeos".
Isso porque os mesmos babaquinhas dizem que "jogos em flash tudo bem, mas menus não". Ora, francamente? Javascript TAMBÉM pode ter jogos em 3D (nota: isso foi um experimento feito na época da faculdade, com eu e mais dois amigos. Mas podem procurar no Google que tem sites mais pró. Sigamos) e nem por isso vocês me veem falar "Javascript é o CÂNCER DA INTERNET pq fazer menus animados com ele consome muita ram, se fosse só pra abrir popups e fazer jogos tava bom", certo? E é exatamente esse o caso.

Não há ferramentas ruins, há profissionais ruins. Você não vê um engenheiro xingando suas réguas de medição, certo? O bisturi do médico não recebe a culpa pela cirurgia mal feita, né mesmo? Um advogado que falhou em um processo não pode culpar a lei xyz porque ela foi mal escrita (no máximo a culpa por dar margens a interpretações dúbias, pelo que sei). O martelo não é jogado fora porque ele pregou um prego mais torto, correto? Todos nós sabemos que ocorreu uma falha humana. Por que com Flash seria diferente?

Culpem os profissinoais, crianças. Os profissionais que são ruins, por não pesquisarem maneiras melhores de executar o seu trabalho. Nunca a ferramenta.

Afinal, ela foi feita por mãos tão humanas quanto a sua, e se você erra, um time de mais de 30 desenvolvedores também pode errar.

[UPDATE]
Se falarem que o Youtube está trocando o flash pelo HTML5, eu digo-lhes: "ótimo". O youtube é um site com MILHÕES de acessos por dia, e o flash consome memória RAM, ao passo que o HTML5 consome bem menos RAM. Isso é válido, e quando (note que é um "quando", não um "se") surgir uma tecnologia mais leve que o HTML5, teremos a mesmíssima troca.
[UPDATE 2]Que parte do texto que eu disse "Culpem os profissionais" que vocês não entenderam mesmo? Porque, francamente, eu não perguntei se o flash está obsoleto, se é ruim, se é o câncer ou o caralho a quatro. Eu disse, e deixei bem claro, que não concordo com essa atitude de dizer que a FERRAMENTA É RUIM, e se quiser culpar algo, culpe o DESENVOLVEDOR da porra toda. E, disse ainda no update anterior, eu sou inteiramente a favor do html5, SIM. O que VOCÊS precisam enfiar nessa cabecinha oca de htmltarders é que EU simplesmente sei o que dá pra fazer com o flash e não fico aporrinhando o juízo alheio. De qualquer forma, os comentários nessa postagem estão fechados.

Afinal de contas, isso aqui não é um espaço democrático e eu to me fodendo pra opinião de vocês. Beijos :*





Guilherme é contra menus em flash, e martela qualquer programador que vê fazer isso.

3 comentários:

PotHix disse...

Æ!!

E ae cara!
Vou dizer minhas opiniões sobre o seu post.

Eu tenho certeza que o flash não morrerá com o HTML5, afinal, jogos em Flash são bem legais e simples de se fazer, e banners de propaganda em flash tambem são bem legais, mas eu sou totalmente contra conteúdo em flash, e vou explicar alguns dos meus motivos:

- Eu acho muito interessante pensar em usabilidade, acho que uma pessoa que tem deficiência visual ia achar ótimo um site em flash.
- A idéia do HTML5 é trazer mais semântica para a internet, para que quando uma máquina olhe para uma página ela possa ver do que essa página é formada e não apenas um monte de texto jogado :)
- O Suporte de flash para Linux (por exemplo) sempre foi ruim.

Eu concordo com você em alguns pontos, como o de animações, fazer animações em Javascript é muito mais penoso do que fazer animações em flash, sem contar que o flash é bem mais natural para esse tipo de coisa, mas para que eu faria um menu totalmente animado em flash sendo que isso atrapalharia toda a acessibilidade do meu site, sendo que eu poderia fazer um menu parecido utilizando JS e CSS e manter a acessibilidade?

Eu acho que o flash tem muitas aplicações legais, e fazer um site todo em flash não é a melhor utilização dele.

Entenda que o HTML5 é MUITO (muito mesmo) mais do que uma tag audio e uma tag video.

Há braços

Fungos Bauux disse...

Isso ae PotHix. Falou tudo. O que falta para o rapaz ae eh entender um pouco das technologias novas e da proposta delas.

Anônimo disse...

Você já deve ter visto, mas aqui vai outro pequeno exemplo html5: http://mugtug.com/sketchpad/

Isso é um exemplo básico, html5 é muito mais que isso. Logo sai um editor html5 ao estilo do editor Flash para facilitar o uso.
Flash se tornou obsoleto.

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados