Acesso rápido

01/09/2008

Dell Inspiron 1525

Eu sei, eu sei, existem milhões de reviews sobre ele na internet, contando aspectos extremamente técnicos e o caralho. Mas a coisa aqui vai ser diferente, eu vou fazer o review falando como um leigo, um cara que não tem a menor noção de peças para computador [o que é verdade, se tratando de um notebook...]

Recentemente, graças à namorada eu pude botar as mãos num Dell Inspiron 1525 / 1526. Começando pelo preço, foi um valor extremamente justo: o notebook teria muito mais a função de substituir um desktop comum, teria que ser relativamente rápido , portável [uma vez que eu ainda ando de busão], resistente [estou falando do transito de SP, uma cidade tipicamente esburacada, em que ônibus correm muito mais à noite, que é quando eu os pego] e acima de tudo, bonito.

Porra, eu quero fazer frente aquele pessoal nariz em pé que usa um hp de 4000 conto e se acha fodão por isso. Álias, ponto positivo para a Dell: como eles dão a possibilidade de você escolher praticamente tudo no notebook via site, você acaba finalizando uma máquina enxuta que vai atender 100% das suas necessidades - no meu caso: rodar o flash, um servidor básico de teste, meia dúzia de jogos antigos, MSN, alguns filmes, internet, photoshop, um texto aqui e acolá no Word, essas coisas básicas. Tudo isso saiu por um pouco mais de 2000 dinheiros brasileiros, incluindo frete – metade do preço de um similar da HP. Acredito que os HP’s da vida sejam mais caros pelo fato de virem com leitor biométrico, mas me parece surreal demais um simples leitor de digitais num notebook sair mais do que 800 paus. Enfim, divago, o negócio aqui é falar do notebook que eu comprei.

Diferente do que todo mundo faz, eu não comprei um com core 2 duo, e sim um Celeron. O Celeron tem uma estigma negativa, mas ultimamente eu acredito que ele seja o “Pentium 4” atual. E nem esquenta tanto assim. A placa de vídeo é integrada, uma Intel alguma coisa. Isso quer dizer, meu fio, que a placa de vídeo é aquelas “onboard” - talvez por isso o preço seja tão barato – e que o desempenho dela deixará de desejar em alguns casos, quando a memória está entupida de coisa e você, todo retardado que ignora o fato do notebook servir principalmente para o mundo empresarial – e não como um super videogame - inventa de jogar Doom 3.
Mas foda-se, eu não gosto desses jogos atuais, modernosos e cheios de sangue, feitos exclusivamente para nerds que são loucos para descontar o bulling que tomaram na escola – e pela falta de um saco de pancadas, de pombos ou de gatos idiotas que insistem em miar às 1 da manhã debaixo das janelas de seus quartos, resolvem jogar tais jogos.


Se a sociedade protetora dos animais lê esse texto, eu to fodido.


Som
Voltando, o notebook veio com uma placa de som 2.0, básica. A qualidade das caxinhas dele é ótima, devo ressaltar. Como eu pude atestar com a namorada, ele substitiu bem um desktop no quesito “liga o PCZão e bota as caixinhas tocando música”. Bem, ao menos eu faço isso. Outro ponto positivo para a Dell. Por que? Bem, imagine que um cara conecta o note dele na tv para assistir a um filminho e configura o som para sair pelo note.
E to considerando que o cara não tem um home theater :P
Conectividade e mídias externas
Recentemente, descobri que ele veio com um slot de entrada para SIM Card. É, aqueles cartões de telefones. Sinceramente, não faço a MENOR IDÉIA DO PRA QUE SERVE ESSA PORRA, mas considerando que estamos em plena era 3G, eu acredito que esse slot sirva pra isso.
Claro que eu posso estar sendo um tremendo mentiroso ou pretensioso, mas sonhar não custa, certo? Update: quando escrevi esse parágrafo, não sabia para que o bendito slot servia.
Ele realmente é para 3g, mas a Dell não vende notebooks no Brasil com o modem embutido, pena :(.
O Dell Inspiron 1525 conta ainda com 4 portas USB, Entrada de rede e internet discadona, Wi Fi embutido e dependendo de quem comprar, vem com Bluetooth. Tem duas saídas para vídeo digital, monitor e uma entrada para câmeras digitais, e ainda uma placa PCMCIA - é uma plaquinha pra extender as funcionalidades do notebook. Possui um gravador e leitor de DVD dual layer e um cartão de memória 8 em 1. Não tem mais desculpa de “mimimimi não consigo mandar dados :(”

Design Externo
Agora, quanto à parte externa, mais elogios. Peguei um com a capa estilizada Street, no design mais minimalista da Dell. As faixas “brancas” são prata, e a cobertura é brilhante (l).Os materias que a Dell escolheu são de ótima qualidade, como os “plásticos” que revestem a parte interna da tela –e o teclado é extremamente espaçoso [considere que peguei um com uma tela de 15’’] e muito, muito silencioso. Eu geralmente to acostumado com os “TLEC TLEC TLEC” dos teclados padrão, e está um pouco difícil acreditar que nesses “tic tic tic” que o teclado faz. Ah propósito, o teclado veio ligeiramente selado – para evitar que algum líquido pegajoso, como coca cola ou porra, caia na placa lógica e foda com tudo. Sim, vocês leram porra ali mesmo. Eu sou punheteiro confesso, mas não cheguei no nível daquele moleque do dreamcast... ainda. Ainda no teclado, eu gostei da controladora do player, mas podia ser integrada ao iTunes ou ao Winamp, e não apenas ao Windows Media Player. O destaque do notebook fica por conta da tecla que tem um sinal de casinha, chamada Dell Media Direct. Ela permite você acessar suas fotos, vídeos, músicas e arquivos do word e excel SEM precisar inicalizar o Windows. No meu caso, é útil, uma vez que vivo precisando fazer apresentação externa e não tenho saco de ficar esperando o Windows vista carregar.[em suma: essa tecla liga um “micro os” configurado pra fazer só essas coisas. É um “dual boot” personalizado]

As luzes de indicação do power, processamento de dados, bateria, wi fi e bluetooth ligados estão localizadas na lateral esquerda inferior do seu teclado. Uma boa posição, na minha opinião.
Acredite, é realmente irritante você estar concentrado na tela e de repente surge um maldito pisca pisca azul celeste indicando que sua máquina está fazendo processamento. Eu resolveria o problema com um martelo, mas essa porra foi cara. Quanto ao touch-pad, parece ser o “calcanhar de aquiles” no teclado. Em alguns momentos, as barras de scroll não funcionavam, o que me obrigava a olhar pro quadradinho, fixo, por 2 minutos, e gritar: FUNCIONA PORRA!. Dava certo.
Gentileza é tudo, né minha gente?

Esse problema foi ligeiramente resolvido aumentando a sensbilidade do touch pad, deixando-o quase tão sensível quanto clítores recém descoberto. A solução real mesmo foi meter um mouse externo, afinal de contas, touch pad é para viados ou gente em situações que não permitam o uso do bendito mouse [tipo, notebook no colo, no aeroporto] .
Há ainda uma web cam, com seus devidos softwares, para você ficar fazendo web-strip para alguns casos de videoconferências – ou quando vc tiver com saudade da namorada, ligar o webchat com ela e descobrir que tem um negão no apê Dela. Tipo assim:



É horrível, eu sei.

Bateria
Nada o que falar aqui, exceto qeu a minha é uma extendida de nove células. Dura umas cinco horas em tarefas básicas [Office, navegar na net SEM WI FI, essas coisas ] e umas 3 a 2 horas em tarefas realmente pesadas [tipo, ouvir música enquanto compila arquivos swf...]


No mais a mais, é isso. A Dell tem um ótimo histórico, tanto eu quanto a Ari fomos muito bem atendidos... enfim, me tornei fã da empresa ;). Recomendo a todo mundo comprar com eles, o serviço é altamente personalizado.

3 comentários:

Anônimo disse...

cara, voce conseguiu expressar exatamente o que um cliente dell sente apos adquirir um inspiron

O meu é igual inclusive estilizado street.

Perfeita descricao e analise do produto
quem quer comprar um destes, pode acreditar no cara.

Fabricio disse...

Desculpe o termo que vou usar mas Dell é phoda. tenho uma amigo que tem um HP para jogo mas o note foi caro e soh serve pra isso mas paradas basicas como Photoshop e flash eh uma merda. Eu ate uso o 3d studio max nele e vai na boa. O meu dell soh nao tem o visual street de vcs ele eh preto basico. vlw

Riki disse...

Nooosaa véi, parabéns, te daria um oscar, caralho, vc escreve tudo direitinho, tirou da ponta da minha lingua, e ainda nao ficou de caralhisse, com aquela escrita de escritor viado, qeu fica usando palavras dificeis, que faz vc parar a leitura e ficar meditando pra que que server a WTF da maldita palavra. E dalhe caralhoooo!!!!
kkkk

Obs: Gostei da parte dos jogos para nerds que levam bulling, vou colocar no meu msn esta frase, hsuashaushaush...