Publicidade

Acesso rápido

Postado por Guilherme Batista, em 23/06/2007

Manipulação de pessoas, uma arte, um dom, uma ciência que todo ser humano deveria ter na vida >)
Ajuda pra caralho quando você briga com sua namorada, ou quer fazer alguém dizer pra ela que você adora muito ela
[eu deveria ser preso, há!]

ainda que seja péssimo ser manipulado às vezes ¬¬

Seguinte: recentemente {tipo alguns meses atrás} eu fiquei com uma garotinha. Vamos chamar essa menina de Lígia, pq o assunto está morto já, e enterrado - só to citando mesmo pela falta de coisa melhor pra dizer.

Lígia era praticamente a garota mais desejada de determinado eixo social em comum comigo. E como eu tava sem nada pra fazer, pensei... "Por que não passar a vara?"
Pois é. Só que a fiada mãe resolveu fazer a mesma coisa comigo... mas para fazer ciúmes no atual namorado dela {que vai ler isso e causarei uma briga entre um casal? Hm, me pergunta se me importo}.

Certo? Só que o besta aqui tava taaão animado com a aquisição de um trampo novo que male male parou para pensar que tava caindo em tal artimanha. Só foi se tocar no dia seguinte ao ter catado a garota - que devidamente chutou o cachorrinho.

Nem reclamo de ter levado a bota. Isso é normal, "não" eu vou ouvir a minha vida inteira. Mas ser usado... isso me irrita. E muito.
Então resolvi ownar a Lígia, para a alegria da garotada que adora ver um barraco né?
[tudo fidaputa]. Terminada a vingança, dei-me por satisfeito e fui curtir minha vida com a Caveirinha.

Mas sabem o que eu acho engrado? O fato de, ao eu ter deixado de lado a criatura, o namorado dela postar alguma coisa numa comunidade orkútica que eu estava com ciúmes dos dois.

Besta ele néam?

Então vou fazer um favor à criatura: leia esse texto, reflita bem o bunda mole que vc é {pra ela ter praticamente se vendido pra mim.. rapaz, tu precisa melhorar seu conceito de garota melhor, hein?} e mande lembranças à sua vida de solteiro.

Nenhum comentário:

ACESSO RÁPIDO

STAY IN TOUCH

COPYRIGHT Guilherme Batista

Todos direitos reservados